Menu

Fale Conosco Expediente

Corumbá, MS
20 de Novembro de 2017
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
 

Pagamento em dia dos salários e Fonplata são prioridades da administração, diz Ruiter

Rosana Nunes em 10 de Abril de 2017

Anderson Gallo/Diário Corumbaense

Prefeito Ruiter Cunha e o vice, Marcelo Iunes, durante prestação de contas dos 100 dias de governo

Perguntado pelo Diário Corumbaense sobre a "saúde financeira" da Prefeitura para investimentos e pagamento da folha salarial dos servidores municipais, o prefeito Ruiter Cunha disse nesta segunda-feira (10) que a preocupação principal é a folha salarial. "Condição essencial que a gente tem colocado para nossa equipe é manter o pagamento em dia, dentro do mês trabalhado e a nossa expectativa é continuar fazendo isso. Se isso tiver que reduzir algum serviço, algum investimento que não afeta tanto a nossa população, nós vamos fazê-lo porque é prioridade o pagamento em dia dos nossos funcionários, nossos principais colaboradores".

Sobre reajuste salarial para as categorias este ano, o prefeito afirmou que isso vai ser discutido dentro da visão financeira que permita negociar com cada categoria. "Tem algumas que precisam de fato de reajuste, de alguma readequação e outras que podem ainda, porque foram mais beneficiadas em outros momentos, ter um reajuste diferenciado em relação a quem mais precisa. Isso a gente vai pautar na conversa com nossos servidores", frisou.

Em relação a "saúde financeira" do Município, Ruiter disse que  acompanha a situação do País e do Estado, que é de muita dificuldade, mas que a máquina pública segue funcionando. "Não temos uma queda nominal muito brusca na arrecadação, porque alguns fatores permitem esse equilíbrio, por exemplo o Fundo de Participação do Município na questão do ICMS. Como aumentou o índice de Corumbá esse ano, nós temos uma participação um pouquinho melhor na arrecadação de ICMS", explicou.

"No entanto, estamos fazendo um realinhamento na programação dos nossos serviços de modo que não se comprometa o que é essencial,  mas, infelizmente, não podemos avançar tanto até que essa situação financeira se recupere. Em contrapartida, nós estamos direcionando os investimentos, quase que na sua maioria, para a questão do Fonplata, que é um recurso externo que vai chegar em uma boa hora em nosso município e que, portanto, vamos ter a oportunidade de, com esse recurso, movimentar a economia. Então, por mais que a situação seja de estagnação, de crise, de paralisação da economia, nós teremos em Corumbá, acredito que nos próximos 90 dias, um grande número de obras que vão estar movimentando a nossa economia.  Vai ser fruto da receita corrente do município, fruto desse empréstimo já com destino certo, carimbado, mas que vai dar a oportunidade de movimentar a economia, contratar pessoas, dar um alento a essa questão no município", destacou Ruiter Cunha ao lembrar que nesta terça-feira (11), o governador Reinaldo Azambuja virá a Corumbá formalizar a parceria do Estado com a Prefeitura em obras nas áreas da saúde e infraestrutura.

O Município assinou, no início deste ano, contrato de financiamento de 80 milhões de dólares (cerca de 247,2 milhões de reais), para execução do (Programa de Desenvolvimento Integrado de Corumbá (PDI). Metade desse recurso é financiado pelo Fonplata (Fundo Financeiro para o Desenvolvimento da Bacia do Prata) e a outra se refere a contrapartida da Prefeitura de Corumbá, que terá no Governo do Estado, parceiro essencial.

Com o empréstimo, será possível o financiamento de soluções para demandas urgentes associadas a deficiências de infraestrutura urbana e socioambiental. Serão ações voltadas para o desenvolvimento de áreas de recreação e descanso, infraestrutura de vias e drenagem, recuperação do patrimônio histórico, fomento do turismo e moradia para famílias que vivem em áreas de risco.

Ações e Compartilhamento
Entre em contato com o autor
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE