Menu

Fale Conosco Expediente

Corumbá, MS
19 de Agosto de 2017
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
 

Pregando respeito ao adversário, Corumbaense faz primeiro jogo das quartas neste sábado

Ricardo Albertoni em 31 de Março de 2017

Fotos: Anderson Gallo/Diário Corumbaense

Técnico Douglas Ricardo prega junto aos jogadores empenho e foco

Neste sábado, às 16h, no estádio Morenão, em Campo Grande, o Corumbaense entra em campo para enfrentar o União ABC. É a primeira partida das quartas de final do Campeonato Estadual de Futebol da Série A. O time luta para chegar a uma semifinal da competição pela terceira vez consecutiva.

Com 18 pontos, o Corumbaense se classificou para as quartas em segundo lugar no Grupo B. O time joga por dois empates e vai fazer o segundo jogo diante de sua torcida. Mesmo com a vantagem sobre o adversário, o técnico Douglas Ricardo prega respeito ao União e reconhece a dificuldade do confronto.

“Viajamos à Dourados para o jogo de domingo e estivemos em Campo Grande, no sábado passado e assistimos ao jogo deles. É uma equipe de qualidade, jovem, que com certeza tem tudo para fazer um grande jogo, assim como nós também”, afirmou o técnico ao Diário Corumbaense.

O Carijó da Avenida deve ter à disposição o meia Juninho que retorna de suspensão. O atacante  Kareca, que não entrou em campo por opção do treinador no último jogo, deve voltar ao time.

O único título do Estadual sul-mato-grossense conquistado pelo Corumbaense foi em 1984

Os atacantes Maranhão e Elivélton, que entraram com a missão de substituir os ausentes e tiveram ótimo desempenho têm proporcionado bons problemas para técnico Douglas Ricardo. Elivélton tem feito boas partidas desde que chegou à Corumbá e Maranhão, mesmo fora de sua posição de origem, anotou dois gols em Dourados logo na estreia. Um dos dois deve começar jogando contra o União.

“Maranhão foi muito bem assim como o Elivélton e a tendência é que um dos dois comece jogando. Temos a volta do Kareca e vamos também, após exame do Tuia decidir se ele vai estar à disposição e ainda tem a volta do Juninho. A tendência é que entre jogando o Maranhão ou Elivélton, é o que nós estamos decidindo”, destacou o treinador.

O atacante Maranhão elogiou a equipe e disse que chegou para fazer o que for preciso dentro de campo para ajudar, mesmo que tenha que atuar fora de sua posição. “Foi uma excelente estreia, não poderia ter sido melhor. Não tenho costume de jogar de centroavante, mas o professor pediu e eu procurei desempenhar da melhor maneira possível e fui feliz com dois gols. O que for pedido para mim eu faço. Gosto de jogar pelas pontas, mas posso ajudar a equipe da maneira que ela precisar. Com a volta do Kareca que é o 9 do time, volto a jogar como segundo atacante como sempre joguei, mas quando for preciso estarei à disposição”, afirmou Maranhão.

Empenho e foco

Apesar da euforia da torcida, Douglas Ricardo destaca que entre o grupo isso não acontece. O treinador que sempre não promete título, mas sim muito trabalho, explica que os atletas estão empenhados e focados na competição.  “Estou muito feliz, pelo empenho, pelo foco, a gente tem até que segurar um pouquinho, saber dosar. Mas a entrega no trabalho, no dia a dia tem sido excelente. Acho que nós estamos no caminho certo para fazer um grande jogo. É o que eu sempre falo, não podemos enganar a torcida dizendo que vamos chegar à final, que vamos ser campeões. O que eu posso prometer é trabalho e isso está tendo, não está faltando”, afirmou. O único título do Estadual conquistado pelo Corumbaense foi em 1984.

O Carijó da Avenida viaja hoje à noite para a Capital. Já em Campo Grande, serão feitos alguns trabalhos, e à partir daí concentração e foco total para o duelo. Após o jogo, o time retorna para Corumbá e já na segunda-feira retoma a preparação para a partida de volta, que acontece no dia 08 de abril, às 18h, no estádio Arthur Marinho.

Ações e Compartilhamento
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE