Menu

Fale Conosco Expediente

Corumbá, MS
23 de Abril de 2017
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
 

Puccinelli tem R$ 2,5 milhões dos seus bens bloqueados pela Justiça

Campo Grande News em 14 de Março de 2017

Arquivo/CG News

O ex-governador André Puccinelli teve seus bens bloqueados pela Justiça Federal

O ex-governador André Puccinelli (PMDB) teve R$ 2,5 milhões de seus bens bloqueados, após decisão do desembargador federal, Marcelo Saraiva, do TRF (Tribunal Regional Federal) da 3° região. Este processo investiga a denúncia de que ele teria coagido servidores comissionados, para votarem em determinados candidatos, na eleição municipal de 2012.

A denúncia feita pelo Ministério Público Federal, alega que Puccinelli fez várias reuniões com servidores comissionados, antes da eleição municipal de 2012, em Campo Grande, e que nestes encontros determinava que candidatos deveriam ser votados, sob pena de exoneração.

Foi pedido à Justiça uma multa civil de até 100 vezes a remuneração que o ex-governador tinha na época, que chega ao valor de R$ 2.544.409,49. Como o processo segue em andamento, o MPE solicitou o bloqueio de bens de Puccinelli, para assegurar o eventual pagamento, em caso de uma decisão desfavorável.

O magistrado em decisão liminar, acolheu o pedido de bloqueio de bens do ex-governador neste valor, inclusive já determinado a consulta no Sistema do Banco Central, em relação aos saldo bancários e ativos financeiros do peemedebista, com bloqueio de crédito nas contas correntes e aplicações financeiras.

Ficam fora deste bloqueio salários e vencimentos, assim como valores da poupança, que não sejam superiores a 40 salários mínimos. Na época em que a denúncia foi apresentada, o ex-governador negou as acusações e disse que não houve coação aos servidores comissionados do Estado.

A reportagem entrou em contato com o ex-governador André Puccinelli, mas até o fechamento da matéria, não retornou às ligações. De acordo com sua assessoria, ele está em viagem a Brasília nesta terça-feira (14), por isso não atendeu.

Ações e Compartilhamento
Entre em contato com o autor
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE