Menu

Fale Conosco Expediente

Corumbá, MS
23 de Abril de 2017
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
 

Corumbaense deve buscar reforços para sequência do Estadual

Ricardo Albertoni em 12 de Março de 2017

Fotos: Ricardo Albertoni/Diário Corumbaense

Corumbaense abriu o placar, mas depois cedeu o empate

Pela quinta vez consecutiva, o Corumbaense empatou no Campeonato Estadual de Futebol da Série A. Na partida disputada na noite de sábado (11) no estádio Arthur Marinho, em Corumbá, o Carijó da Avenida ficou no placar de 1 a 1 com o Ivinhema. O time da casa saiu na frente aos 4 minutos do segundo tempo com belo gol de William, mas cedeu o empate aos 30, em jogada que acabou no gol de Douglas após um chute cruzado. 

Foi o terceiro jogo consecutivo no estádio Arthur Marinho que o alvinegro pantaneiro saiu na frente e cedeu o empate ao time visitante. Sob o comando do técnico interino Osvaldo Júnior, durante a partida o Corumbaense desperdiçou chances e mostrou poucos momentos de bom futebol.  

“Nos últimos três jogos a história foi a mesma. Falta aquela coisa de tentar fazer o segundo para matar o jogo. Não era uma ordem do Nei e não foi uma ordem minha de fazer o primeiro gol e retrair para o adversário não marcar, mas infelizmente a história se repetiu. Eu fui pego de surpresa, tive um dia, para passar nossa ideia daquilo que a gente pretendia, mas agora é esperar o próximo jogo”, explicou Osvaldo. 

Técnico interino, Osvaldo Júnior

O lateral Robinho, um dos poucos aplaudidos pela torcida afirmou que o momento é de calma e muito trabalho. “Não sei nem o que dizer. A gente luta, se dedica, trabalha a semana inteira, chega aqui e as coisas não acontecem. Mas, é continuar trabalhando que as coisas vão acabar acontecendo”, disse Robinho ao Diário Corumbaense

O meia Juninho lembrou que o time de 2016 também passou por momentos ruins na temporada passada, mas que conseguiu superar a adversidade. “Existem cobranças às vezes desnecessárias, porque no ano passado o time também passou por isso e a cobrança não era desse jeito. Sabemos que a dificuldade será grande e precisamos ir lá e vencer. É continuar trabalhando e buscar a vitória fora de casa”, enfatizou. 

Após o gol de empate, a torcida perdeu a paciência com o time. Entoando gritos de “time sem vergonha” e pedindo a contratação de reforços, o apoio deu lugar à hostilidade e xingamentos até o fim da partida quando vários torcedores permaneceram no alambrado protestando. 

Torcida protestou após quinto empate seguido na competição

O principal motivo da impaciência da torcida é a sequência de empates do time na competição. Foram cinco até agora e apenas duas vitórias. Mesmo invicto, isso acabou na demissão do técnico Nei César na última quinta-feira (09). "Evidentemente o time não rendeu de fato e a gente vai corrigir esses erros. Não podemos nos precipitar, temos que ter pé no chão, para sair desse momento de  turbulência. O objetivo nosso é acertar, muitas vezes a gente contrata um jogador e ele não corresponde, mas isso é natural. Temos que corrigir muita coisa e vamos buscar jogadores para suprir nossas necessidades. O Corumbaense vai crescer, não temos dúvida disso,” afirmou o presidente do clube, Luís Bosco Delgado.  

O Carijó da Avenida segue na vice-liderança do grupo B com 11 pontos. O líder, já classificado para a próxima fase do Estadual, é o Águia Negra, com 16 pontos, após vitória sobre o Sete de Dourados pelo placar de 1 a 0 na noite de sábado. O Urso, que tem 8 pontos, pode alcançar o time pantaneiro se vencer, neste domingo, o Naviraiense.

O Corumbaense volta a campo na próxima quarta-feira (15) contra o Naviraiense, no estádio Virotão às 20h15. O jogo é válido pela 8ª rodada da competição.

 

Ações e Compartilhamento
Comentários:

José Mendes: Por que não investe nas categorias de base? Estrutura o próprio clube. O prédio... Enfim... Pode planejar pra poder ganhar... Coloca uma rapaziada da casa...Gasta um monte de dinheiro pra nada.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE