Menu

Fale Conosco Expediente

Corumbá, MS
22 de Novembro de 2017
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
 

Reforma faz com que MS tenha menor estrutura administrativa entre Estados

Campo Grande News em 20 de Fevereiro de 2017

A redução de 13 para dez secretarias faz com que Mato Grosso do Sul tenha a menor estrutura administrativa entres as demais unidades da Federação. De acordo com o governador Reinaldo Azambuja (PSDB), que apresentou detalhes da reforma administrativa nesta segunda-feira (dia 20), o Estado se iguala a Goiás. O projeto precisa ser aprovado pelos deputados estaduais para que entre em vigor.

Durante a coletiva de imprensa, Azambuja descreveu um turbulento cenário financeiro. “A reforma de hoje é sequência de um trabalho que começou ainda no fim de 2014. O cenário econômico de 2015 a 2016 foi diferente dos últimos 15 anos, que era de crescimento. A taxa de desemprego aumentou de 4% para 17% no Estados. As medidas que tomamos agora são para vislumbrar um futuro de equilíbrio financeiro”, afirma o governador.

De acordo com ele, 82% da arrecadação estadual é proveniente da receita do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços), equivalente a R$ 7,1 bilhões de um total de R$ 8,6 bilhões de receitas tributárias.

Contudo, a redução no consumo do gás natural, importado da Bolívia, derrubou a arrecadação. O tema sera discutido em reunião amanhã com o ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, e com bancada federal. “Em 2017, o Estado corre risco de perder R$ 500 milhões em arrecadação do ICMS do gás. Isso põe o equilíbrio em risco”, diz,

Além de enxugar o primeiro escalão, a reforma administrativa demite mil comissionados, centraliza órgãos estaduais em 44 municípios, reduz as Agenfas (Agências Fazendárias) de 70 para 39, busca economizar R$ 100 milhões em contratos, corta 16 superintendências e centraliza órgãos estaduais em 44 municípios. Outra mudança é que o Orçamento passa da pasta do Governo para a Secretaria de Fazenda.

As dez

No novo formato, o primeiro escalão será formado pela SAD (Secretaria de Administração e Desburocratização), Sefaz (Secretaria de Fazenda), Segov (Secretaria de Governo e Gestão Estratégica), SED (Secretaria de Educação), SES (Secretaria de Saúde), Sejusp (Secretaria de Justiça e Segurança Pública), Sedhast (Secretaria de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho), Semagro ( Secretaria de Produção, Desenvolvimento Econômico, Meio Ambiente e Agricultura Familiar), Secretaria de Cultura e Cidadania e Seinfra (Secretaria de Infraestrutura).

Foram extintas a Casa Civil, a secretaria de Habitação e a secretaria de Produção e Agricultura Familiar.

 

Ações e Compartilhamento
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE