Menu

Fale Conosco Expediente

Corumbá, MS
25 de Junho de 2017
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
 

Câmara inicia ano legislativo defendendo novos caminhos de desenvolvimento

Rosana Nunes e Marcelo Fernandes em 17 de Fevereiro de 2017

Fotos: Anderson Gallo/Diário Corumbaense

Sessão solene contou com a presença de autoridades e convidados

A 61ª legislatura da Câmara Municipal de Corumbá foi aberta com sessão solene na noite da quinta-feira, 16 de fevereiro, no plenário da Casa do Barão de Vila Maria. Autoridades civis, militares e religiosas participaram da solenidade comandada pelo vereador Evander Vendramini (PP), eleito presidente daquela casa de leis para o biênio 2017-2018.

A mesa foi composta pelo prefeito de Corumbá, Ruiter Cunha de Oliveira (PSDB); comandante do 6º Distrito Naval da Marinha do Brasil, contra-almirante Octávio Barros Coutinho; comandante da 18ª Brigada de Infantaria, general João Denison Maia Correia; Juiz de Direito da Comarca de Corumbá, Daniel Scaramella Moreira; bispo diocesano de Corumbá, Dom Segismundo Martinez Alvarez, e pelo presidente da OAB/Corumbá, Roberto Lins.

São 15 os vereadores que compõem esta legislatura, que vai até 2020. Dez deles ocupam o cargo de vereador pela primeira vez ou voltaram após um período fora da Câmara: Adelar Chefer dos Santos, o Gaúcho da Pró-art (PP); Antônio Rufo Vinagre (PR); Manoel Rodrigues (PRB); Gabriel Alves de Oliveira (PMDB); Irailton Oliveira Santana, o Baianinho (PSDB); Domingos Albaneze (PV); Chicão Viana (Solidariedade); André Luiz Pereira Fernandes (PTB), Ubiratan Canhete de Campos Filho, o Bira (PSDB) e Paulo Constante Bertini (PSB), que assumiu a vaga de Mohamad Abdallah (PSB), que se licenciou para dirigir a Secretaria Especial de Agricultura Familiar no Executivo Municipal. Cinco foram reeleitos: Yussef Salla (PDT); Roberto Façanha (PMDB); Tadeu Vieira (PDT); Luciano Costa (PT) e o próprio Evander Vendramini, presidente da Câmara, que comanda a mesa diretora pela segunda vez.

Falando em nome dos vereadores, Domingo Albaneze, destacou a responsabilidade que os parlamentares têm em trabalhar tendo como objetivos o desenvolvimento da cidade e a melhoria da qualidade de vida da população. “Os poderes, embora independentes, têm de trabalhar pensando no bem da comunidade o tempo todo. Queremos estar juntos com o Executivo pensando no bem da nossa comunidade e buscando o melhor do povo de Corumbá”, disse.

Prefeito Ruiter Cunha ressaltou que situação atual exige esforço conjunto e articulado dos poderes

Em seu discurso, o prefeito Ruiter Cunha, além de lembrar a harmonia entre os dois poderes, ressaltou as dificuldades do cenário econômico nacional e seus reflexos para Corumbá. O chefe do Executivo Municipal afirmou que o contexto atual exige “esforço conjunto, articulado e ininterrupto na busca de alternativas sólidas e viáveis para manter nossa economia forte, aquecida e com geração de emprego e renda para a população”.

Ruiter disse que o cenário econômico para Corumbá “não é dos mais tranquilos”, uma vez que o município corre risco de perder receita. “Com a expressiva redução da importação do gás natural oriundo da Bolívia, o Mato Grosso do Sul pode perder 700 milhões de reais em arrecadação de ICMS, sendo que 25% desse montante pertencem aos municípios. Para Corumbá, o efeito dessa redução é ainda mais danoso, pois impacta diretamente na aferição do índice de participação do município na cota-parte do ICMS, nossa principal fonte de receita”. Citou ainda as dificuldades pelas quais passa o setor mineral, apontado como “outro pilar vital para a nossa economia”.

Mesmo diante dos problemas, o prefeito apontou que há alternativas “concretas” para manter a economia local “aquecida”. Segundo ele, a cidade conta com “apoio incondicional” do governo Estado, tem no turismo de eventos um segmento com forte potencial. Há ainda perspectivas de “dias melhores” com a implantação do projeto do Corredor Ferroviário Bioceânico Central e com os investimentos em infraestrutura possibilitados por financiamento do Fonplata (Fundo Financeiro para o Desenvolvimento da Bacia do Prata).

Evander Vendramini preside a Câmara pela segunda vez

Novos caminhos de desenvolvimento

O presidente do Legislativo Municipal, vereador Evander Vendramini, afirmou que a atual legislatura deve ser voltada para o desenvolvimento da cidade e centrada em trabalhar pelo bem-estar da população corumbaense. “Temos que começar a mudar o foco para que tenhamos um caminho novo de desenvolvimento e de geração de renda. Aqui nesta casa de leis reduzimos o quadro de assessores de vereador, reduzimos salários de servidores efetivos, é preciso cortar para darmos o exemplo. Não adianta discurso e não termos a prática. Estamos conversando com a Fapec (órgão ligado à Universidade Federal) para fazermos o concurso público, e ocupar vagas de comissionados por aprovados em concurso público e dar oportunidade a nossa população”, disse. Ele apontou que sua presidência vai tratar de temas polêmicos e buscar soluções como a falta de concorrência no transporte intermunicipal de Corumbá.

“A população espera que façamos tudo dentro dos princípios mais coerentes possíveis da probidade administrativa, olhar pela população no nosso trabalho, exercendo a função do vereador que é fazer lei e fiscalizar, mas também ajudando a construir as coisas boas. Podemos aqui, como atores políticos, construir portas para o Poder Executivo, de recursos, relacionamento com outros órgãos federais, que talvez o Executivo não tenha acesso. Harmonia é o que precisamos na política hoje e, acima de tudo, essa questão da moralidade pública, ser transparente e fazer com que a população que nos elegeu, sinta-se bem representada por nós. Precisamos tirar a população das dificuldades que hoje enfrenta dando oportunidades, o melhor programa social é um bom emprego. No meu mandato quero trabalhar isso, e como presidente ajudar os vereadores a atuarem nesse sentido”, destacou Evander ao Diário Corumbaense.

Ações e Compartilhamento
Entre em contato com o autor
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE