Menu
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
 

Duas maiores festas de Corumbá estão no Calendário Nacional de Eventos

Caline Galvão em 06 de Fevereiro de 2017

Em março de 2016, o Ministério do Turismo criou o Calendário Nacional de Eventos com o objetivo de auxiliar o turista a se programar na escolha de um destino. Esse Calendário registrou quase 900 eventos no ano passado e nos trinta primeiros dias de 2017 já há cem eventos oficiais cadastrados. Dois deles  acontecem em Corumbá, o Carnaval Cultural e o Arraial do Banho de São João, marcado para o dia 21 de junho.

Os eventos já classificados estão distribuídos em 21 Estados da Federação e os principais se referem a atividades artístico-culturais e folclóricas (43), religiosas (20) e gastronomia (19), correspondendo a 82 deles. O Ministério do Turismo acredita que eventos são importantes para estimular tanto o turismo doméstico como o internacional, movimentando a economia local e garantindo fluxo turístico nos destinos mesmo fora de temporada. O cadastro dos eventos é feito pelos gestores municipais e entram no Calendário aqueles que são de notório conhecimento popular e geradores de fluxo de turistas.

Arquivo/DC

Cerca de 80% dos hotéis de Corumbá já estão lotados para o Carnaval Cultural

Em 2016, o Ministério do Turismo destinou R$ 14,3 milhões para 50 eventos realizados em vários municípios brasileiros. Naquele ano, os acontecimentos artísticos culturais e folclóricos lideraram o calendário com 303 registros, seguidos das celebrações religiosas (149) e de gastronomia (101).

O Carnaval Cultural e o Banho de São João movimentam todos os anos milhares de turistas para Corumbá. “Com esses eventos nós captamos mais clientes, mais turistas aqui para a cidade. É um atrativo que chama esses turistas para Corumbá, para conhecerem a cidade e com isso todos ganham, todos os empresários do ramo do turismo e do comércio”, afirmou Maria Marjú Azambuja Venturini, diretora-presidente da Fundação de Turismo do Pantanal.

Ela disse que a pasta vai trabalhar com bastante divulgação para atrair mais público para os dois eventos. “Nossa intenção é fazer parte da Feira de Turismo que o Governo do Estado participa e também vamos fazer folheteria, divulgando em aeroportos, na Capital, fazendo isso também dentro do Estado”, afirmou Marjú ao Diário Corumbaense.

A intenção da Fundação de Turismo é captar mais eventos para Corumbá e divulgar a cultura, história, pescaria e ecoturismo da cidade a fim de atrair mais turistas ao longo do ano, em épocas que não tenham grandes eventos. De acordo com Marjú Venturini, pelas informações já repassadas por alguns empresários, cerca de 80% dos hotéis na cidade já estão lotados para o Carnaval, considerado o maior da Região Centro-Oeste do Brasil.

Feiras também movimentam turismo no Brasil

Segundo o Ministério do Turismo, em 2015, um em cada cinco estrangeiros que entraram no Brasil, vieram motivados pelo turismo de eventos. Mas não só de festas vive os eventos turísticos nacionais, o turismo de negócios movimenta profissionais de todos os setores e é hoje o terceiro principal motivo da vinda de turistas estrangeiros ao Brasil. Quem viaja a negócio gasta com hospedagem, alimentação, transporte e diversão.

A União Brasileira dos Promotores de Feiras (UBRAFE) divulgou o calendário da UBRAFE para 2017 com 2.009 feiras. No Sudeste, são 834 agendadas. O Sul, com 681, vem em segundo lugar. No Nordeste, serão 272 eventos; 147 serão realizadas no Centro- Oeste; e 75, no Norte do Brasil.

O calendário vai até dezembro, com destaque para o agronegócio. As principais exposições agropecuárias brasileiras somam mais de 100 feiras ao longo de 2017, sem contar com rodeios, vaquejadas e outros eventos voltados para o campo.

Ações e Compartilhamento
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE