Menu

Fale Conosco Expediente

Corumbá, MS
19 de Outubro de 2017
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
 

Fluxo de passageiros da aviação regular cresce mais de 4% no aeroporto de Corumbá

Marcelo Fernandes em 10 de Janeiro de 2017

O fluxo de passageiros no Aeroporto Internacional de Corumbá registrou, ao final do ano passado, crescimento de pouco mais de 4% em comparação aos doze meses de 2015. É o que informam os dados repassados ao Diário Corumbaense pela Superintendência local da Infraero. A estatística leva em consideração apenas o movimento relacionado a embarque e desembarque de passageiros em voos regulares, sem contabilizar pousos e decolagens de aeronaves militares; de helicópteros; transporte de cargas ou voos fretados.

De acordo com o levantamento, o movimento geral de embarques e desembarques em 2016 foi de 34.500 passageiros. Em 2015, os números mostram que 33.064 pessoas passaram pelo aeroporto corumbaense. Considerando somente a aviação regular (Azul), o aumento na movimentação de passageiros foi de 4,17%.

Anderson Gallo/Diário Corumbaense

Meses que mais registraram embarques e desembarques de passageiros foram janeiro, outubro e julho

Quando considerados todos os voos (regular, táxi aéreo e aviação executiva), as estatísticas sobem. Com estes números sendo levados em consideração, a movimentação de passageiros em todo o ano passado foi de 36.674 usuários, frente aos 35.914 registrados em 2015. Na aviação geral, o fluxo de passageiros, considerando somente aeronaves não regulares (Taxi aéreo e voos executivos) registrou queda de 23,52%, aponta o relatório.

Os meses que mais registraram embarques e desembarques de passageiros foram janeiro (3.338), outubro (3.134) e julho (3.112). Com menor fluxo aparecem os meses de junho (2.466), abril (2.616) e dezembro (2.710). Curiosamente, em março e novembro o aeroporto de Corumbá teve a mesma movimentação com 2.735 embarques e desembarques de passageiros.

Aviação comercial regular começou a operar em 1930 na cidade

Corumbá foi uma das primeiras cidades do interior do Brasil a ter serviço regular de aviação comercial. Segundo a Infraero, em 1930 uma ligação aérea Corumbá/Cuiabá foi estabelecida pela Empresa Sindicato Condor, antecessora da Empresa Serviços Aéreos Cruzeiro do Sul, operando com aviões Junkers monomotores flutuadores. Esse avião sobrevoava os rios Paraguai e Cuiabá e pousava em estirões (trechos retilíneos no curso de um rio) desses rios nas duas cidades.

O novo Aeroporto de Corumbá foi inaugurado em 21 de Setembro de 1960. Considerando os aviões que operavam na época, o local escolhido foi julgado excelente, principalmente por ficar a dois quilômetros do Centro da cidade. A área perimetral do aeródromo é de 1.216.425,40 m² e sua altitude é de 140 metros do nível do mar.

A pista de pouso e decolagem tinha comprimento de 1.660m x 30m e foi ampliada para 2.000m x 45m, sendo inaugurada em maio de 2001. A homologação da pista com este comprimento estava condicionada à desapropriação de residências existentes em uma área contígua a cabeceira. Como as ações para desapropriação não avançaram, decidiu-se mudar as características físicas da pista de pouso e decolagem para 1.500m x 45m (comprimento atual), visando sua homologação.

De 2000 a 2009 foram investidos aproximadamente R$ 32 milhões em melhorias na infraestrutura do aeroporto. As ações foram em obras de ampliação da pista de pouso e decolagem; recuperação de pátios (Rígido), macro-drenagem e instalação da Separadora de água e óleo; reforma, ampliação e modernização do terminal de passageiros; reforma da Seção contra incêndio.

O terminal de passageiros tem área construída de 2.403,00m², é composta por saguão principal, totalmente climatizado, boxes para companhias aéreas e lojas comerciais. A capacidade operacional do terminal é de 230 mil passageiros por ano. O pátio de manobras tem área total de 17.742 m², é revestido por placas de concreto, com capacidade para 05 aeronaves tipo Boeing 737-800 ou similares. A área de estadia e estacionamento de aeronaves tem 44.392m² e capacidade para 35 aviões de médio porte e pequeno porte.

Durante obras realizadas no Aeroporto de Puerto Suárez (Bolívia) as empresas Aerosur e Lloyd Aéreo Boliviano operaram no aeroporto corumbaense entre 23 de julho de 1996 a 16 de novembro de 1998. A operação era com aeronaves tipo Boeing 727-200 com frequência semanal de 14 (quatorze) voos para a cidade de Santa Cruz de La Sierra.

Ações e Compartilhamento
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE