Menu

Fale Conosco Expediente

Corumbá, MS
18 de Outubro de 2017
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
 

Marinha do Brasil intensifica fiscalização nos rios de MS e MT

Caline Galvão em 10 de Janeiro de 2017

Iniciada nesta segunda-feira (09), a Operação Verão 2017 deve fiscalizar pelo menos dez rios na região do Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, mais de dois mil quilômetros, até o dia 05 de março. O objetivo é promover mais segurança à navegação especialmente nesta estação do ano, quando acontece o maior número de acidentes aquaviários. A ação é promovida pela Marinha do Brasil e acontece em todo o País. No Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, a operação envolve as quatro organizações militares subordinadas ao Comando do 6º Distrito Naval que tratam diretamente da fiscalização do trânsito aquaviário situado nos dois Estados.

Anderson Gallo/Diário Corumbaense

O foco principal da operação são embarcações utilizadas para recreação

O capitão-de-fragata Carlos Rodrigo Cerveira, comandante da Capitania Fluvial do Pantanal, explicou que em função de dados estatísticos mostrarem que no verão acontecem cerca de 40% dos acidentes aquaviários de todo o ano, a Marinha do Brasil mudou a estratégia. “A gente fazia essa operação com outro nome, mas com o mesmo foco, meses antes da piracema. O foco dela é conscientizar e educar o pessoal que utiliza embarcação para lazer, aquele pessoal que usa embarcação para esporte e recreio, que sai esporadicamente em embarcações. A gente tem que lembrar a eles todos os requisitos de segurança, além da fiscalização com relação à documentação, se todos os equipamentos de salvatagem estão a bordo e vamos orientar aqueles que não estão cumprindo as regras para que passem a cumpri-las”, afirmou Cerveira ao Diário Corumbaense.

Números da Superintendência de Segurança do Tráfego Aquaviário da Diretoria de Portos e Costas (DPC) mostram que somente no verão de 2015/2016 ocorreram mais de 40% do total dos acidentes registrados até novembro. As lanchas e motos aquáticas se destacam, nos últimos três verões representaram mais de 70% dos casos registrados com embarcações de esporte e recreio. Naufrágio, abalroamento, queda de pessoas na água, incêndio e colisão são os casos que mais se destacam nas estatísticas.

Comandante Cerveira informou que a fiscalização tem como objetivo diminuir acidentes aquáticos

Além da fiscalização, a Capitania Fluvial está promovendo palestras educativas em colônias de pescadores e marinas. Na tarde de segunda-feira (09), a palestra aconteceu em Ladário e teve como público-alvo pescadores da Colônia Z-14. Elis Regina Severino, presidente da associação, afirmou que a colônia tem parceria com a Capitania Fluvial do Pantanal desde 2012. “Sempre que a gente solicita, eles vêm fazer palestras para os pescadores. Houve mudanças nas leis marítimas e eles vieram para passar as novidades. Essa palestra da Operação Verão é de suma importância porque o pescador já vai para o rio consciente para não cometer infrações porque às vezes até comete por falta de conhecimento”, afirmou Elis Regina.

O comandante Cerveira afirmou que o etilômetro, aparelho que serve para medir a quantidade de álcool no sangue, será um dos recursos utilizados pelos militares durante a operação. Segundo ele, não é raro flagrar condutores de embarcações recreativas pilotando embriagados. “No verão, no calor, aumenta-se um pouco o consumo da bebida alcoólica e, assim como nos carros, é proibida a condução de embarcações com ingestão de bebidas alcoólicas. Durante as abordagens, vamos convidar os condutores a fazer o teste e aqueles que se negarem terão que cumprir o que prevê a legislação”, afirmou Cerveira.

A população pode denunciar situações de risco envolvendo o tráfego aquaviário à Capitania Fluvial do Pantanal pelo telefone da Ouvidoria (3231-6444). “Eu incentivo que a população denuncie porque nos ajuda bastante nessa fiscalização. Caso alguém veja algum procedimento errado, entre em contato com a Capitania que iremos tomar as providências”, finalizou comandante Cerveira.

Colônia de Pescadores Z-14 é a primeira a receber palestra educativa pela Capitania Fluvial do Pantanal

Em Corumbá e Ladário, a operação está sendo realizada pela Capitania Fluvial do Pantanal. Uma agência em Porto Murtinho, a delegacia em Cuiabá e uma agência em Cáceres, todas subordinadas ao Comando do 6º Distrito Naval, estão participando diretamente da Operação Verão 2017. 

Ações e Compartilhamento
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE