Menu

Fale Conosco Expediente

Corumbá, MS
18 de Outubro de 2017
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
 

PMA apreendeu mais de 1 tonelada de pescado e aplicou R$ 400 mil em multas

Marcelo Fernandes em 09 de Janeiro de 2017

A Polícia Militar Ambiental (PMA) de Corumbá apreendeu mais de 1 tonelada de pescado e aplicou R$ 404 mil em multas ao longo de todo o ano passado. É o que revela balanço das atividades de 2016 divulgado pelo comandante local da PMA, tenente Diego Ferreira.

Fotos: Anderson Gallo/Diário Corumbaense

Nos doze meses do ano passado, a PMA vistoriou mais de 140 toneladas de pescados provenientes de pesca amadora e profissional

“Tivemos uma forte ação da PMA com campanhas de conscientização e de educação ambiental. Fizemos autuações em vários aspectos da legislação ambiental. A Polícia Militar Ambiental atua fiscalizando desde lava-jatos, transportadoras de produtos perigosos, fauna, flora, solo e recursos pesqueiros”, afirmou ao Diário Corumbaense o comandante da PMA.

O balanço mostra que ao longo de todo o ano passado houve a apreensão de 1.182 quilos de pescado e aplicação de R$ 404.526 em multas na área de atuação da PMA em Corumbá. Somente essas duas estatísticas mostram aumento em comparação a 2015, quando houve a apreensão de 279 quilos de pescado e R$ 234.449 em multas.

O volume de iscas vistoriadas – 1.125.000 unidades – causa preocupação ao comandante da PMA. “Foram mais de 1 milhão e 100 mil iscas vistoriadas e lacradas aqui, que vão para diversos destinos e são retiradas de nossos rios. Isso preocupa, pois há estudos mostrando que a retirada de iscas contribui para a redução de pescado, pois está sendo retirado o alimento natural deles”, ressaltou o tenente Diego. Em 2015, foram vistoriadas 1.072.418 unidades de iscas vivas.

Nos doze meses do ano passado, a PMA vistoriou 91.900 quilos de pescado proveniente de pesca amadora e outros 54.436 quilos da pesca profissional. No que tange a pesca amadora, houve aumento em comparação ao mesmo período de 2015, quando foram vistoriados e lacrados 80.519 kg de pescado.

A proteção à flora registrou apreensões de 2.068 unidades de lascas de aroeira; 600 unidades de lascas de diversas espécies e 11,5 metros cúbicos de lenha. Houve ainda a apreensão de 4 motosserras. O balanço mostra ainda que as atividades ostensivas e preventivas apreenderam 4 barcos; 5 redes de arrasto; 4.553 tambores de piche; 11.220 litros de combustíveis armazenados irregularmente; 10 quilos de carne de animais silvestres. Foram confeccionados 69 autos de infração/ Imasul, 67 termos de apreensão/Imasul e 11 termos de doação/Imasul. A PMA ainda apreendeu 594 unidades de fogos de artifício e 32 botijões de gás de cozinha

Comandante local da PMA revelou preocupação com o grande volume de iscas vivas que saem dos rios pantaneiros

Em 2016 a PMA de Corumbá promoveu 2.628 abordagens a veículos; abordou 72 suspeitos; vistoriou 1.575 embarcações; promoveu 9 vistorias na área rural e 105 no comércio; realizou 38 palestras de educação ambiental e fez policiamento ostensivo em 389 pontos.

Ações e Compartilhamento
Comentários:

afonso pereira: A PMA de MS tem um trabalho eficiente, pena que o seu efetivo esta aquêm das necessidades do Estado. Hoje precisamos de uma fiscalização permanente entre o forte Coimbra e Porto Murtinho onde os Paraguaios arrebentam com a fauna e a flóra não esquecendo o Rio Paraguai.

Sergio Tadeu de Carvalho: Torcemos para que o Brasil todo seja fiscalizado, no que tange a fiscalização e penalização aos que agem fora da lei. Parabéns PMA.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE