Menu

Fale Conosco Expediente

Corumbá, MS
25 de Maio de 2017
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
 

Futebol de Mesa ganha espaço e Corumbá deve sediar torneios em 2017

Marcelo Fernandes em 29 de Novembro de 2016

Reconhecido como modalidade esportiva a partir de 1988, o Futebol de Mesa – popularmente conhecido como futebol de botão – começa a conquistar espaço em Corumbá. O esporte que reproduz uma partida de futebol disputada num tabuleiro que lembra um campo de futebol, tem tudo para ganhar novos adeptos e trazer de volta aqueles, hoje com mais idade, apaixonados pela disputa nos gramados “Xalingão” durante a mais pura infância.

Fotos: Anderson Gallo/Diário Corumbaense

Toca mantém 18 times de botão que podem ser usados nas partidas

“É um sonho que vem desde minha infância, no Rio de Janeiro. Meu irmão e eu, que mora em Campo Grande, jogávamos muito. Minha infância foi vivendo isso. Com o futebol de mesa, busco mostrar aos meus filhos que, atualmente, os jovens não interagem mais pessoalmente, estão muito focados ao mundo virtual com computador, tablets e conversas virtuais. Não há interação com as pessoas. Na minha época, havia interação”, disse ao Diário Corumbaense o autônomo Paulo Sidney Medina de Amorim, criador da Toca do Botão Caçula (TBC).

Para abrir o espaço, ele usou a internet e descobriu que o esporte é bem organizado no Estado. “Já tinha os botões, busquei na internet e encontrei a Federação de Futebol de Mesa de Mato Grosso do Sul (Fefumems), me filiei. É tudo legalizado e reconhecido na Federação. Em contato com eles, recebi as orientações de como montar um espaço para isso, adquiri a mesa com eles. Temos o Facebook da Toca do Botão e estamos criando um site”, afirmou.

Com a Toca do Botão, a proposta é promover competições na cidade e, consequentemente, difundir a modalidade em Corumbá. “Pretendo criar uma competição, um circuito com ranking. Também vou buscar patrocínio e melhorar a estrutura para participação em torneios em Campo Grande”, explicou. “Vamos fazer torneios somando pontos para o ranking local. No final do ano teremos o campeão e vice corumbaenses”, complementou. “A Toca também é um espaço para um momento de lazer, descontração e reviver a infância. Para os adolescentes que chegarem, conhecer esse mundo do futebol de mesa. É um momento único jogar, fazer um gol, vibrar, é gostoso. É também um momento para se conhecer, fazer novas amizades, vivenciar esse universo mágico do botão, do futebol de mesa”, destacou Paulo Amorim .

Paulo tem a proposta de promover competições na cidade e, consequentemente, difundir a modalidade em Corumbá

O espaço, que fica na garagem da casa, serve também para quem já é adepto da modalidade esportiva praticar um pouco. “Pode vir treinar aqui, é só agendar a hora cobramos uma taxa mínima”, disse Amorim ao informar que pretende filiar os interessados na Toca do Botão. Assim, pagarão taxas diferenciadas nos torneios que serão promovidos e também na hora agendada.

Para quem gosta de jogar botão em casa, Paulo dá a dica que na prática caseira, a regra é livre, mas quando se trata de campeonato é preciso obedecer à regra determinada pelo promotor da disputa. Na TBC, a regra adotada é a Paulista, que estabelece partida com a duração de 20 minutos, disputada em dois tempos de 10 minutos; intervalo máximo de 5 minutos e limite coletivo de 12 toques com possibilidade de três acionamentos consecutivos do mesmo botão.

A Toca do Botão Caçula fica na rua Oriental, 579. O telefone para contato é o 3232-4105. 

Ações e Compartilhamento
Comentários:

Beneides Marcos de Medeiros Júnior: Muito legal a matéria sobre o futebol de mesa. Tomara que o esporte pegue mesmo aí na Cidade Branca.

Claudio da Silva Junior: Parabéns pela grande iniciativa de incentivar a prática do futebol de mesa na minha querida cidade de Corumbá. Espero poder participar dos eventos futuros.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE