Menu

Fale Conosco Expediente

Corumbá, MS
29 de Abril de 2017
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
 

PMA aplica R$ 109 mil em multas durante a operação Dia de Finados

Caline Galvão em 03 de Novembro de 2016

A Polícia Militar Ambiental realizou, de 27 de outubro até às 08h desta quinta-feira (03), a operação Dia de Finados, envolvendo 362 policiais. O objetivo foi inibir crimes ambientais, já que durante o feriado o número de pessoas presentes nos rios, principalmente nos últimos dias de pesca, aumenta significativamente. Além da prevenção à pesca predatória, foi oferecida atenção especial ao crime de tráfico de animais silvestres, em virtude deste período crítico relativo ao tráfico de papagaios, pois, de agosto a dezembro é o período de reprodução dessa ave, que é a espécie mais traficada no Estado.

Divulgação PMA

Doze pessoas foram autuadas por pesca ilegal

Outros crimes ambientais foram combatidos e prevenidos, tais como: desmatamentos e carvoarias irregulares, com visitas às propriedades rurais, transporte ilegal de produtos perigosos, além de combate a todos os crimes contra a fauna e flora. Os comandantes das 25 subunidades empregaram todo o efetivo no trabalho de fiscalização em suas respectivas áreas de atuação.

Autuações - Durante esta operação Dia de Finados foram 20 pessoas autuadas, sendo 12 por pesca ilegal. Destas, cinco foram presas por pesca predatória, sendo que mais dois fugiram, porém, foram identificados e responderão pelo crime; e cinco foram autuadas por pesca ou transporte de pescado sem licença ambiental, o que não se caracteriza como crime. Foram aplicadas multas totais de R$ 8.320,00 por pesca. Foram aprendidos 170 kg de pescado.

Com relação ao tráfico de papagaios uma pessoa foi presa pelo 2º Batalhão PM de Três Lagoas e autuada pela PMA em R$ 15.000,00. Durante trabalhos preventivos nas propriedades rurais do município de Novo Horizonte do Sul, a PMA encontrou dois suspeitos de estarem procurando ninhos de papagaios, porém, como não tinham animais capturados, não houve como efetuar autuação. De qualquer forma, o objetivo é este de não permitir que as aves sejam retiradas dos ninhos.

Atenção especial foi dada ao tráfico de papagaios; uma pessoa foi presa em Três Lagoas pelo crime

Com relação a outros crimes e infrações ambientais foram aplicadas multas no valor total de R$ 100.740,00. Em Corumbá, houve autuação de uma pessoa e aplicação de multa de R$ 22 mil por causa de incêndio provocado, ocorrido no dia 31 de outubro. Por desmatamento houve ocorrências em Bonito, São Gabriel do Oeste e Bodoquena, mas multas por incêndio também aconteceram nessas duas cidades. Por exploração de madeira houve um autuado em Água Clara.

Ações e Compartilhamento
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE