Menu

Fale Conosco Expediente

Corumbá, MS
24 de Abril de 2017
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
 

DOF inicia operação Eleições na Fronteira 2016 e Corumbá conta com guarnição extra

Caline Galvão em 29 de Setembro de 2016

Equipes do Departamento de Operações de Fronteira estão mobilizadas em todo o Estado para a operação Eleições 2016. Em Corumbá, uma guarnição extra foi providenciada para auxiliar o juiz eleitoral durante o período do processo eleitoral. A operação na região de Corumbá e Ladário teve início na tarde desta quinta-feira (29) e segue até terça-feira (04), com o objetivo de combater os ilícitos, principalmente aqueles que caracterizam crimes eleitorais.

Divulgação DOF

O objetivo da operação é combater os ilícitos, principalmente aqueles que caracterizam crime eleitoral

“Já existe normalmente uma guarnição que trabalha na área de Corumbá e Miranda e agora vai uma guarnição extraordinária para atender o juiz eleitoral de Corumbá. Já começa hoje o trabalho preventivo das eleições, mas o foco até o dia das eleições é fazer o nosso trabalho normal de prevenção com bloqueios e barreiras, nos pontos de Corumbá, que já são feitos, o policiamento ostensivo que já é feito em Corumbá pela equipe do DOF e agora atentar principalmente para as questões eleitorais”, informou ao Diário Corumbaense o sargento Júlio Arguelho, assessor de comunicação social do DOF.

As equipes policiais vão ficar verificando possíveis irregularidades eleitorais como situações de distribuição de cestas básicas, dinheiro ou algo que caracterize compra de votos. “Nossos policiais já estão preparados para que possam atuar nessa vertente se for necessário ou se for identificada qualquer coisa nesse sentido”, afirmou Arguelho.

No final da operação, na terça-feira (04), as guarnições extraordinárias serão liberadas em todo o Estado e retornam às suas atividades normais nas áreas em que atuam. A presença das duas equipes do DOF em Corumbá tem o objetivo de manter a ordem no período do pleito, reforçar o policiamento preventivo e ostensivo na região para, se possível, também tirar a maior quantidade de drogas, armas e ilícitos que acontecem normalmente na fronteira com a Bolívia.

Ações e Compartilhamento
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE