Menu
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
 

Agepen investiga atentado contra agente penitenciário em Naviraí

Caline Galvão em 31 de Agosto de 2016

A Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen) acompanha as apurações sobre o atentado contra o agente penitenciário Enderson Antônio Bogas Severi, 34 anos, ocorrido por volta das 07h desta quarta-feira (31) em Naviraí. De acordo com site Campo Grande News, o agente foi alvejado por pistoleiros que seguiam em duas motos. O servidor estava também em motocicleta indo para o trabalho. O crime aconteceu a cem metros de distância da Delegacia de Polícia Civil e próximo a uma funerária daquela cidade.

Direto das Ruas/Campo Grande News

Local onde agente penitenciário foi ferido a tiros nesta manhã

Quatro tiros atingiram Enderson, que foi socorrido em estado grave pelo Corpo de Bombeiros e pelo SAMU. De acordo com o delegado regional da Polícia Civil em Naviraí, ainda não há pista dos atiradores.

De acordo com nota enviada pela assessoria de comunicação da Agepen, para receber melhor atendimento, o agente foi encaminhado a um hospital de Dourados. O estado dele é grave, mas o homem estava consciente. Uma equipe está garantindo a segurança do servidor e de sua família e também busca prestar assistência necessária.

Enderson trabalha no sistema penitenciário de Mato Grosso do Sul desde 2011 e cumpre expediente na Penitenciária de Segurança Máxima de Naviraí, onde no início do mês de agosto houve grande rebelião liderada por integrantes da facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital). Na ocasião, dois detentos foram mortos pelos próprios presos, que destruíram parte do presídio. Foi necessária intervenção da tropa de choque da Polícia Militar para acabar com a rebelião. Devido ao fato, 50 líderes do motim foram transferidos para outras penitenciárias.

Conforme a Agepen, s secretário de Justiça e Segurança Pública, José Carlos Barbosa, colocou todo o aparato da segurança pública para descobrir os autores do crime contra o agente penitenciário. O diretor-presidente da Agepen, Ailton Stropa Garcia, destaca que, no momento, as atenções estão voltadas também para que o servidor penitenciário receba o melhor atendimento possível, sua vida seja preservada, e sem sequelas.

Ações e Compartilhamento
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE