Menu

Fale Conosco Expediente

Corumbá, MS
24 de Junho de 2017
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
 

Pesquisa de Demanda Internacional é aplicada em Corumbá e Ponta Porã

Notícias MS em 25 de Janeiro de 2016

Divulgação

Pesquisa fornece subsídios para formulação de políticas públicas e definição de estratégias de promoção turística

Começou na semana passada, em Ponta Porã e Corumbá, a 1ª etapa da pesquisa Caracterização e Dimensionamento do Turismo Internacional do Brasil 2016. A pesquisa é realizada pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe),  contratada pelo Ministério do Turismo (MTur), coordenada pela Fundação de Turismo de Mato Grosso do Sul (Fundtur-MS), com a parceria dos órgãos municipais de Turismo, Polícia Federal e Receita Federal.

A pesquisa iniciou no dia 20 de janeiro e segue até o dia 26 em Ponta Porã e em Corumbá se estende até o dia 02 de fevereiro. O resultado fornece subsídios para formulação de políticas públicas, colabora com a definição de estratégias de promoção turística do país no exterior e norteia decisões empresariais do setor. A pesquisa é considerada um instrumento fundamental para estudos e desenvolvimento de ações estratégicas que visam otimizar a atração de chegada de turistas estrangeiros ao Brasil por Mato Grosso do Sul.

O Estado faz fronteira com os países sul-americanos Bolívia e Paraguai, com portal de entrada de turistas estrangeiros pelas cidades de Corumbá e Ponta Porã, onde estão dez fronteiras terrestres que representam cerca de 90% do Fluxo Internacional Terrestre.

Aplicada nos portais de chegada de turistas estrangeiros pelas vias aérea, terrestre, marítima e fluvial, a pesquisa acontece em etapas levantando uma amostragem do perfil do turista como: motivo da viagem, gasto, destinos visitados, tempo de permanência, avaliação qualitativa da infraestrutura dos destinos, dentre outras informações importantes e estratégicas para realinhamento das políticas de promoção e divulgação no exterior. São 24 pontos de aplicação da referida pesquisa – desde 2004.

Segundo o Anuário de Estatística do Turismo/Mtur, em 2014 o fluxo de turistas estrangeiros no país apontou o número de 6.429.852 de visitantes, sendo que 27,37% do total das chegadas foram por via terrestre. Os turistas que entraram no país por Mato Grosso do Sul têm residência permanente em 26 dos principais países emissores como: Bolívia, Paraguai, Peru, Inglaterra, Alemanha, Austrália, Estados Unidos, Argentina, Espanha, Bélgica, Canadá, França, Holanda, Israel, Nova Zelândia, Irlanda, Suíça, Chile, Colômbia, África do Sul, Equador, Índia, Uruguai, Itália, Rússia e México.

Para o diretor-presidente da Fundtur-MS, Nelson Cintra, “a pesquisa indica que a entrada no Brasil pelo Pantanal já é conhecida, portanto, o Governo do Estado aposta na necessidade de ações promocionais e de divulgação com foco na oportunidade que está aí, atraindo mais a entrada de turistas pelos nossos portais. Vamos trabalhar para que isso aconteça”.

A pesquisa, considerada a mais representativa da área, tem o objetivo de identificar o perfil socioeconômico dos turistas estrangeiros que visitam o Brasil e seus interesses, motivações e comportamento durante a viagem.

Ações e Compartilhamento
Entre em contato com o autor
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE