Menu

Fale Conosco Expediente

Corumbá, MS
24 de Novembro de 2017
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
 

Assentados cobram benefícios na 1ª Marcha dos Esquecidos

Marcelo Fernandes em 16 de Setembro de 2010

Fotos: Ricardo Albertoni

Mobilização percorreu as principais ruas de Corumbá

Manifestantes fizeram cobranças para as três esferas governamentais

Famílias de produtores rurais dos assentamentos Taquaral; Tamarineiro 1 e 2; Paiolzinho; São Gabriel; Urucum; Mato Grande e Setenta e Dois, de Corumbá e Ladário, promoveram na manhã desta quinta-feira, 16 de setembro, a primeira Marcha dos Esquecidos. O protesto cobrou atenção das três esferas governamentais com os parceleiros dos dois municípios.

Faixas e cartazes denunciavam os principais problemas enfrentados no cotidiano dos assentados. O grito de ordem dos manifestantes – até certo ponto bem humorado – resumia as principais reivindicações: “água; estrada e saúde pra valer. O povo sai nas ruas e os governos vão tremer”, diziam em uníssono os participantes da mobilização que percorreu as ruas centrais de Corumbá.

“Sou filho de assentado e nosso manifesto é pacífico. Lutamos por melhorias para nossas estradas; para termos água; ensino médio para nossos alunos e melhorias nos nossos postos de saúde”, disse a este Diário Jairton Saraiva Moreira, morador e trabalhador no assentamento Taquaral.

Um panfleto distribuído pelos integrantes da Marcha dos Esquecidos elencava as ações reivindicadas: abastecimento de água do rio Paraguai para irrigação e consumo animal; abastecimento de água potável para consumo humano; pavimentação e aplicação de cascalho nas estradas de acesso aos assentamentos; construção de tubulação e pontes para córregos secos; retorno da patrola da zona rural; construção de uma escola técnica federal para alunos assentados; renegociação das dívidas de financiamento; retomada das agrovilas cedidas a uma empresa privada; atendimento médico eficiente nos postos de saúde; ambulâncias e extensão dos programas de Saúde da Família em todos os assentamentos de Corumbá e Ladário e descriminalização do trabalho nos assentamentos rurais em relação ao meio ambiente.

Os pequenos produtores, que iniciaram a mobilização na frente do lixão do bairro Nova Corumbá, pretendem entregar documentos com a pauta de reivindicações para representantes do Ministério Público Federal (MPF) e Prefeitura de Corumbá.

Galeria: Marcha dos esquecidos 2010

Abrir Super Galeria
Ações e Compartilhamento
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE