Menu

Fale Conosco Expediente Buscar

Corumbá, MS
20 de Setembro de 2018
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
 

Sem Messi, Fifa revela finalistas do prêmio "melhor jogador"

Gazeta Esportiva/Terra Esportes em 03 de Setembro de 2018

A Fifa oficializou na manhã desta segunda-feira os três finalistas para conquistarem o prêmio de Melhor jogador da temporada entregue pela entidade. Sem a presença de Lionel Messi, que fazia parte dos finalistas deste 2007, os jogadores escolhidos foram Cristiano Ronaldo, Mohamed Salah e Luka Modric. 

O português briga pela sua sexta premiação e tem como trunfo a conquista da Liga dos Campeões pelo Real Madrid como artilheiro da competição. O croata também foi importante no terceiro título europeu consecutivo dos madrilenhos e ainda conta com o fato de ter chego na decisão da Copa do Mundo com o seu país sendo eleito o melhor jogador do torneio. Já Salah corre por fora com uma temporada espetacular pelo Liverpool, onde conquistou o Campeonato Inglês e chegou a decisão da Liga dos Campeões. 

O destaque da lista ficou para a ausência de Lionel Messi. O argentino do Barcelona era figura carimbada pelo menos entre os três finalistas do prêmio desde 2007, quando acabou sendo vencido pelo brasileiro Kaká e ficou na segunda colocação.

Finalista da temporada passada, Neymar não chegou a figurar nem entre os 10 finalistas desta temporada. O brasileiro acabou não desempenhando o que era esperado dele na Copa do Mundo pelo Brasil e sofreu uma lesão que acabou prejudicando-o durante a temporada.

O prêmio da Fifa para o melhor jogador do mundo será entregue no próximo dia 24 de setembro, em cerimônia realizada em Londres. Vale lembrar que o prêmio leva em conta o que os atletas desempenharam apenas durante a temporada, entre os dias 07 de junho de 2017 e 15 de julho de 2018, data da final da Copa da Rússia.

Melhor técnico

Entre os técnicos da modalidade masculina, os nomes escolhidos foram de Zlatko Dalic, da seleção da Croácia, do francês Didier Deschapms, campeão da Copa do Mundo com a França, e de Zinedine Zidane, pela temporada no comando do Real Madrid. 

Já em relação à modalidade feminina, foram selecionados os técnicos Reynald Pedros, do Lyon, Asako Takakura, da seleção japonesa, e Sarina Wiegman, da seleção holandesa de futebol, que venceu a edição de 2017. Vadão, da Seleção Brasileira, estava entre os dez e não avançou na disputa.

Ações e Compartilhamento
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE