Menu

Fale Conosco Expediente Buscar

Corumbá, MS
20 de Setembro de 2018
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
 

Semana Sesc de Diálogos Culturais começa hoje em Corumbá

Da Redação em 28 de Agosto de 2018

De 28 de agosto a 01 de setembro, o Sesc Corumbá promove a Semana Sesc de Diálogos Culturais, com o cruzamento de linguagens como palestras, contações de histórias, bate-papos e exposições, de forma a fomentar a literatura, oxigenando expoentes da área com os grupos e nichos artísticos locais e ao mesmo tempo envolver o público, estimulando a leitura.

Os objetivos da ação passam pelo incentivo à produção literária, contribuição para capacidade analítica do público e encantamento das crianças, estimulando o gosto pela literatura, por meio das contações. Também visa promover trocas de experimentação entre contadores locais e nacionais e o debate sobre as novas mídias e suas contribuições possíveis dentro do universo dessa linguagem

A partir do primeiro dia até o encerramento, estará aberta à visitação a Exposição Cores no formato de poesia, história e Cultura, de Vitor Hugo, que retrata o perfil dos trabalhos do artista, inspirado no cotidiano, nas cores simples das estações, nos formatos e personalidades distintas, uma série de obras que envolvem poesia e simplicidade, em mensagens sutis ao espectador. Vitor Hugo, que produz pinturas em telas e murais, já realizou trabalhos em localizações distintas, como na praia do Cassino (RS) no intercâmbio BRASIS (2013), representando o estado de Mato Grosso do Sul.

Hoje (28), às 19h30, haverá a palestra “Você fala portunhol?”, com Suzana Mancilla Barreda, que é Mestre e doutora em Educação, é professora do curso de Letras da UFMS/CPAN, além de  líder do grupo de Pesquisa (CNPQ) Linguagens em Fronteiras, que atua na pesquisa sobre português como língua estrangeira/ língua de fronteiras.

Dia 29, Wellington Furtado Ramos conduz a palestra “Você já leu literaturas?” Licenciado em Letras, mestre em Estudos de Linguagens e Doutor em Literatura Brasileira Contemporânea. É professor de Teoria Literária e Literatura Brasileira da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul. Foi membro da comissão julgadora do Prêmio Guavira de Literatura e mediador em projetos como Arte da Palavra – Rede Sesc de Leituras e FliSesc, no Sesc Morada dos Baís e Sesc Corumbá, respectivamente.

No dia 30, tem Oficina de Mediação Literária com Rodrigo Casarin, das 17h30 às 21h30 e às 19h será exibido o longa “Lope”, dirigido por Andrucha Waddington e que traz a jornada de Lope (Alberto Ammann), um jovem poeta ambicioso e um eterno apaixonado. Vivendo mais o presente do que pensando no futuro, ele se entrega ao amor de duas mulheres e desafia regras que podem transformá-lo de herói a vilão, trazendo a desgraça ou a glória.

Tem espetáculo de contação “Maanape, Jiguê e Macunaíma” na sexta-feira, 31 e no sábado, 01 de setembro, às 19 horas. Tendo como ponto de partida os nomes de Macunaíma e seus dois irmãos, este espetáculo de contação de histórias parte da alegoria construída por Mário de Andrade acerca das nossas origens étnicas fundamentais: indígena, africana e europeia. A partir da narração do trecho inicial da obra “Macunaíma”, do nascimento do herói até o banho na água encantada que o transforma em branco, seu irmão Jiguê em índio e Maanape que permanece negro, são narrados contos da tradição oral indígena, africana e europeia.

Também no dia 31, às 19h30, haverá leitura mediada do Livro “Laranja Mecânica”, de Anthony Burgess, com mediação de Rodrigo Casarin. Narrada pelo protagonista, o adolescente Alex, esta brilhante e perturbadora história cria uma sociedade futurista em que a violência atinge proporções gigantescas e provoca uma reposta igualmente agressiva de um governo totalitário. A estranha linguagem utilizada por Alex - soberbamente engendrada pelo autor - empresta uma dimensão quase lírica ao texto. Ao lado de '1984', de George Orwell, e 'Admirável Mundo Novo', de Aldous Huxley, 'Laranja Mecânica' é um dos ícones literários da alienação pós-industrial que caracterizou o século XX. Adaptado com maestria para o cinema em 1972 por Stanley Kubrick, é uma obra marcante: depois da sua leitura, você jamais será o mesmo.

No sábado, 01, às 16 horas, tem Ciranda da Contação “Mão Molenga”, por Salim Haqzam, atividade voltada à criançada. Para participar, é preciso levar embalagens de produtos (garrafas pet, embalagens de iogurte, tampinhas, copinhos, sucatinhas). Encerrando a programação da Semana Sesc de Diálogos Culturais, também no sábado, às 20h30, a “Literatura em stories e likes”, com Vilto Reis (idealizador do site Homo Literatus), Michelle Lopes e mediação de Rodrigo Casarin

Serviço – O Sesc Corumbá fica na rua 13 de Junho, 1703 – Centro. Informações pelo telefone (67) 3232-3130. Com assessoria de imprensa. 

Ações e Compartilhamento
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE