Menu

Fale Conosco Expediente Buscar

Corumbá, MS
20 de Setembro de 2018
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
 

Preso eletricista acusado de matar estudante brasileira em Pedro Juan Caballero

Campo Grande News em 20 de Agosto de 2018

Reprodução/Facebook

Erika de Lima Corte foi torturada e morta a facadas em Pedro Juan Caballero

Um eletricista está detido em Pedro Juan Caballero, cidade paraguaia vizinha de Ponta Porã (MS), a 323 km de Campo Grande, acusado de matar a estudante brasileira Erika de Lima Corte, 29. Moradora em Pontal do Araguaia (MT), Erika cursava medicina em território paraguaio e foi encontrada morta na madrugada desta segunda-feira (20). Ela foi torturada e assassinada com pelo menos três facadas. A polícia suspeita que a estudante tenha sido estuprada.

Ao Campo Grande News, o oficial Luis Villalba, do departamento de homicídios da Polícia Nacional, disse que os investigadores apuram essa suspeita, mas não confirmou a prisão. A polícia teria chegado ao suspeito após rastrear o celular de Erika, levado do local do crime.

Segundo o site Araguaia Notícia, o eletricista teria feito serviço no apartamento de Erika e depois voltou com intenção de estuprar a estudante.

O corpo de Erika está em Pedro Juan Caballero e ainda hoje deve ser levado para Pontal do Araguaia (MT), onde ela morava com a família. O pai dela, Raniel Corte, foi prefeito da cidade por dois mandatos.

Enfermeira com mestrado em saúde pública, Erika trabalhou na Secretaria de Saúde de Pontal do Araguaia e estava no segundo ano de medicina em Pedro Juan Caballero. Milhares de brasileiros estudam medicina na cidade, onde o custo é bem menor que no Brasil.

Ações e Compartilhamento
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE