Menu

Fale Conosco Expediente Buscar

Corumbá, MS
20 de Setembro de 2018
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
 

Atividades culturais celebram 100 anos do Jardim da Independência

Fonte: Assessoria de Comunicação da PMC em 20 de Agosto de 2018

Clóvis Neto/PMC

Peça teatral mostrou uma linha do tempo da cidade, marcando alguns fatos importantes

A celebração do centenário do Jardim da Independência aconteceu na sexta-feira, 17 de outubro, Dia Nacional do Patrimônio Histórico. No evento, promovido pela Prefeitura e parceiros, as atrações foram a Banda Municipal Manoel Florêncio e uma exposição de fotografias antigas mostrando desde o projeto de implantação da cidade, onde já estava prevista a construção da praça, até imagens atuais. As imagens agora estão dispostas no Sesc.

Também foram expostos cartazes produzidos por alunos da Rede Municipal de Ensino (REME) com a temática de patrimônio histórico e que participaram da etapa final do concurso. A vencedora foi Fabiana Cristina da Cruz Ruiz, aluna da Escola Municipal Izabel Corrêa de Oliveira. Marcos Santos, do CAIC, ficou em segundo e Paulo Vitor Ribeiro, do Paiolzinho, ficou em terceiro.

Também foram expostos cartazes produzidos por alunos da Rede Municipal de Ensino (REME) com a temática de patrimônio histórico e que participaram da etapa final do concurso. A vencedora foi Fabiana Cristina da Cruz Ruiz, aluna da Escola Municipal Izabel Corrêa de Oliveira. Marcos Santos, do CAIC, ficou em segundo e Paulo Vitor Ribeiro, do Paiolzinho, ficou em terceiro.

A solenidade ainda contou com uma intervenção teatral preparada pelo Grupo de Experimentos e Truques Teatrais (GETT) com o título “Eu pertenço a Corumbá – Corumbá me pertence”, que mostrou uma linha do tempo da cidade, marcando alguns fatos importantes desde a pré-história, as influências culturais e o próprio Jardim da Independência. A festa foi encerrada com uma apresentação de siriri e cururu feita pelos mestres da região.  

“Isso aqui é uma celebração da nossa história. O Jardim da Independência comemorando seu centenário só nos enriquece. Olhando essa exposição aqui vemos quanto nossa história é bonita. A história de Corumbá nos orgulha. Estamos aqui hoje comemorando a Semana do Patrimônio Histórico e celebrando o centenário do Jardim”, comentou o diretor-presidente da Fundação da Cultura e do Patrimônio Histórico, Joilson Cruz.

“Temos muitos outros motivos para justificar esse tipo de ação. As pessoas que já habitavam esse espaço deixaram suas marcas, assim como todos os imigrantes que vieram para cá. Essa terra recebeu e ainda recebe pessoas que contribuem com sua formação. Por isso é importante falar de patrimônio cultural porque isso abrange nossa história e o respeito aos nossos antepassados”, continuou.

“As marcas ficaram na arquitetura, na culinária, na linguagem do nosso povo corumbaense, nos trajes dos pantaneiros e todos os grupos foram deixando seu legado”, finalizou Joilson. 

Responsável pela Semana do Patrimônio Histórico, que contou com diversas atrações, a gerente da unidade do Sesc em Corumbá, Thayná Cambará, também destacou a importância da iniciativa. “O patrimônio não é só esse conjunto arquitetônico que nós vivenciamos. Eles são nossos hábitos, nossos costumes e precisamos de fato entender que somos agentes principais desse dia a dia”, disse.

“É uma alegria poder estar junto com a Fundação de Cultura, com a Fundação de Turismo, com a Educação e a Secretaria de Desenvolvimento Sustentável articulando toda a população e também o trade para entender que existe todo um turismo cultural, que existe um turismo de experiência em nosso município e nos, se somarmos esforços como estamos fazendo, vamos dar os primeiros passos e colocando Corumbá novamente no lugar de destaque e merecimento que é essa valorização e expoência cultural”, concluiu. (matéria editada para correção de informação)

Ações e Compartilhamento
Comentários:

Paulo Eduardo Nunes Ferro: A praça foi inaugurada em dezembro de 1917 pelo então prefeito Eugênio Cunha.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE