Menu

Fale Conosco Expediente Buscar

Corumbá, MS
14 de Agosto de 2018
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
 

Sábado é de definições entre partidos políticos de Mato Grosso do Sul

Campo Grande News em 04 de Agosto de 2018

O sábado (04) começa com uma série de encaminhamentos a serem tomados por partidos políticos que marcaram para o dia a realização de suas convenções partidárias. Nos atos, serão aprovadas as candidaturas às 24 vagas na Assembleia Legislativa, 8 da Câmara dos Deputados e 2 no Senado, bem como apontados os candidatos a governador e vice ou alianças a serem formalizadas.

Os eventos começam a ser realizados a partir das 07h30, horário em que o PSC se reunirá em um hotel na avenida Afonso Arinos, região do Jardim Noroeste, para definir se lança o procurador de Justiça Sérgio Harfouche como candidato ao governo ou ao Senado – em aliança com partido que não foi antecipada à reportagem.

A partir das 08h começa a maioria dos demais encontros: DEM, Progressistas, PTB, PSL, PSD, PMN e Solidariedade, entre outros, realizam eventos próprios para deliberar um rumo quanto a alianças eleitorais. A tendência é que emissários destes partidos sigam, depois, para as convenções do PSDB e do MDB, que disputarão o governo do Estado, a fim de formalizar o apoio.

O PSDB defenderá a reeleição do governador Reinaldo Azambuja, ao passo que o MDB, após uma sexta-feira (03) de reuniões, reiterou apoio à candidatura da senadora Simone Tebet ao Parque dos Poderes. Os tucanos realizam encontro no Diretório Estadual, também na avenida Afonso Arinos, na expectativa de elevar o arco de alianças que, até aqui, conta com nove partidos.

Emedebistas se reúnem na Associação Nipo-Brasileira – onde também realizam sua convenção o PHS, PRTB e outros partidos que já anteciparam apoio ao MDB.

A decisão dos Democratas é uma das que chamam a atenção nesta manhã: o partido está dividido entre o apoio ao PSDB, que ofereceu a vice em uma parceria; ao MDB ou o lançamento de candidatura próporia. Enquanto o presidente regional, Murilo Zauith, e os deputados estaduais e prefeitos defendem a aproximação com Reinaldo, a bancada federal é mais propensa aos outros entendimentos.

Definições

PV e PC do B também realizam suas convenções, na ABO-MS (Associação Brasileira de Odontologia de Mato Grosso do Sul), onde referendam aliança em torno da candidatura de Marcelo Bluma (PV) ao governo. A Rede também participa da aliança.

Já com sua convenção realizada, o PDT promove a partir das 09h encontro de sua Executiva regional, a fim de acertar impasses em torno da candidatura ao governo de Odilon de Oliveira. Os pedetistas, que na sexta-feira confirmaram o apoio do PRB e o lançamento de Pedro Chaves à reeleição ao Senado, perdeu o Pros diante de incertezas quanto à indicação da radialista Keliana Fernandes para a vice.

Depois de ser lançada e “destituída” da vaga de vice de Odilon, e sob pressão da cúpula nacional do Pros, Keliana, ao lado da direção do partido, optou pelo apoio a Reinaldo. Com isso, o PDT teria se restringindo às candidaturas de Herbert Assunção (PDT) ou Chico Maia (Podemos) para a vice.

O PMB também promove sua convenção nesta manhã, tendo a candidatura ao Senado de Dorival Betini e vagas à Câmara e Assembleia como prioridades – o partido deve se aliar a algum candidato ao governo já lançado. No domingo (5), o Psol promove encontro no qual oficializa a candidatura do advogado João Alfredo ao governo.

Já realizaram convenções o PT (que lançou o ex-prefeito Humberto Amaducci ao governo em chapa pura), PSB (que apoiará Reinaldo), Novo (disputará apenas vagas na Câmara Federal, sem apoio majoritário), PPL (candidatura ao Senado e Câmara Federal, não se vinculando a candidaturas ao governo) e PRB. O PSTU não disputará as eleições deste ano.

Ações e Compartilhamento
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE