Menu

Fale Conosco Expediente Buscar

Corumbá, MS
18 de Julho de 2018
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
 

Tite confirma escalação do Brasil; Fagner e Filipe Luís serão titulares e Thiago Silva capitão

Globoesporte.com em 01 de Julho de 2018

David Gray / Reuters

Tite e Thiago Silva na coletiva da seleção brasileira

Em entrevista coletiva na manhã deste domingo (1º de julho), o técnico do Brasil, Tite, confirmou a escalação da Seleção com Filipe Luís no lugar de Marcelo. O Brasil vai enfrentar o México com Alisson, Fagner, Thiago Silva, Miranda e Filipe Luís; Casemiro; Willian, Paulinho, Philippe Coutinho e Neymar; Gabriel Jesus. 

Fagner ganhou a vaga de Danilo na lateral direita da seleção brasileira, mesmo com o retorno do jogador do Manchester City após dois jogos entregue ao departamento médico. "Nós procuramos ter uma equipe equilibrada, com criação e infiltração dos dois lados, coordenação de movimentos defensivos em sua linha de quatro. O Fagner tem esse enfrentamento, é uma das características que ele tem. O um contra um de velocidade dele é de qualidade. Falei ao Danilo antes do treino de hoje o critério. Ele vinha jogando bem, ficou dois jogos fora, o Fagner entrou muito bem, permanece. Permanece pelo desempenho nos dois jogos, desempenho de alto nível em dois jogos decisivos", afirmou.

O preparador físico Fábio Mahseredjian, que explicou a ausência de Marcelo no time titular. "O Marcelo jogou pouquíssimo tempo no dia 27 (na vitória sobre a Sérvia). No dia 28 e 29, o departamento médico não fez absolutamente nada. Ontem (sábado), veio a campo, fez trabalho com bola, um pouquinho específico, mas sem enfrentamento. Trabalho que foi feito hoje (domingo) também com baixo volume. Isso me faz ter a conclusão de que ele perde um pouco da velocidade de reação e faz com que fiquemos temerosos para um jogo que possivelmente tenha 120 minutos. Quando vou dar estimativa de tempo, não posso cravar que tenha capacidade para 120 minutos. Além disso, a previsão é de temperatura elevada, o que faz com que o desgaste físico seja muito grande".

Na sequência, Tite acrescentou que em situação normal Marcelo seria o titular, mas fez uma ressalva: "O que o técnico não pode é colocar um jogador em uma situação dessas para enfrentamento. Ele veio para campo, quer participar, isso mostra sua responsabilidade, seu comprometimento enquanto equipe. É uma das lideranças. Eu disse isso a ele, porém o técnico não pode, em cima de 45 ou 60 minutos, tempo de segurança, colocá-lo em um jogo dessa característica. Não pagamos preço de saúde. Vai para o treino, tal qual seja possível para apressar esse processo de confiança. Conversamos ao final do treino se poderia contar com ele. Ele disse que poderia contar, para esse tempo que foi dito".

Thiago Silva capitão

Thiago Silva será o capitão da seleção brasileira nas oitavas de final da Copa do Mundo, contra o México, nesta segunda-feira, na cidade de Samara. Ele havia recebido a faixa na vitória por 2 a 0 sobre a Costa Rica, na primeira fase. Além dele, o lateral-esquerdo Marcelo e o zagueiro Miranda foram outros escolhidos para liderarem a equipe no torneio.

Tite havia dito que não definiria um único capitão ao longo do torneio, mas que apenas os mais experientes teriam a braçadeira. Ao longo da passagem do técnico pela Seleção, 14 dos 23 convocados para o Mundial já receberam essa incumbência. Entretanto, o líder seria o lateral-direito Daniel Alves, que não pôde ser chamado por causa de uma grave lesão no joelho direito.

O zagueiro fez elogios aos atacantes da seleção mexicana, em especial a Chicharito Hernandez. "São jogadores extremamente inteligentes, sabem ocupar os espaços como ninguém. O Chicharito já conheço um pouco melhor, nos enfrentamos algumas vezes, sei da qualidade que esse menino tem. Todo cuidado com esse trio de ataque, mas não só com eles. Quem faz a bola chegar com qualidade também".

Questionado sobre as atuações decisivas de MBappé e Cavani nos jogos de sábado, Thiago disse esperar que domingo seja a vez de outro companheiro de Paris Saint-Germain desequilibrar.

"Por incrível que pareça, ontem, quando acabaram os dois jogos, fiquei com esse mesmo pensamento na cabeça. Que no nosso jogo será o Neymar. Os dois foram fundamentais nas vitórias das suas seleções. Mesmo o Di Maria sendo eliminado, fez um grande jogo. O Paris Saint-Germain está muito bem representado, mas a Seleção está equilibrada. Tem o momento certo dos atacantes aparecerem. A gente espera que amanhã seja um grande dia, que o Neymar esteja inspirado como os outros", concluiu.

Veja as informações da seleção brasileira para a partida contra o México:

Local: Arena Samara, em Samara
Data e horário: segunda-feira, às 11h (de Brasília)
Provável escalação: Alisson, Fagner, Thiago Silva, Miranda e Filipe Luís (Marcelo); Casemiro; Paulinho, Philippe Coutinho, Willian e Neymar; Gabriel Jesus. Técnico: Tite
Pendurados: Casemiro, Coutinho e Neymar
Desfalque: Douglas Costa (lesão muscular na coxa direita)
Arbitragem: Gianluca Rocchi, auxiliado por Elenito di Liberatore e Mauro Tonolini (todos da Itália)
Transmissão: TV Globo (narração de Galvão Bueno; comentários de Casagrande, Ronaldo e Arnaldo Cézar Coelho; reportagens de Tino Marcos, Guilherme Pereira e Eudes Júnior), SporTV (narração de Luiz Carlos Jr.; comentários de Lédio Carmona e Ricardinho; reportagens de Mauro Naves e Eric Faria) e GloboEsporte.com
Tempo Real: GloboEsporte.com, a partir de 09h

Ações e Compartilhamento
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE