Menu

Fale Conosco Expediente Buscar

Corumbá, MS
23 de Junho de 2018
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
 

FASP 2018 é lançado na cidade boliviana de Puerto Suárez

Fonte: Assessoria de Comunicação da PMC em 24 de Maio de 2018

O Festival América do Sul Pantanal (FASP) 2018 foi oficialmente lançado na quarta-feira, 23 de maio, em Puerto Suárez, na Bolívia. O evento contou com a presença do prefeito Marcelo Iunes, da primeira-dama e secretária especial de Cidadania e Direitos Humanos, Amanda Balancieri Iunes, do Secretário de Cultura e Cidadania do Mato Grosso Sul, Athayde Nery, do prefeito de Puerto Suárez, Sebastian Hurtado Rodriguez, e do diretor-presidente da Fundação da Cultura e do Patrimônio de Corumbá, Joilson Cruz.

Renê Marcio Carneiro/PMC

FASP fortalece intercâmbio entre Brasil e Bolívia, afirma prefeito

“Quero agradecer a recepção de todos aqui e contar com vocês no Festival. Com certeza muitos brasileiros também virão aqui para prestigiar os eventos que acontecerão deste lado da fronteira. Essa integração, não só das nossas cidades vizinhas, mas também dos países Brasil e Bolívia, é muito importante. Vai ser uma grande festa”, afirmou Marcelo Iunes.

“Tenho a certeza que será o primeiro de muitos eventos que estarão acontecendo entre Corumbá e Puerto Suárez, e não apenas na cultura, mas também no esporte, no turismo e na economia. É importante fazer esse intercâmbio entre os municípios que convivem pacificamente há muito tempo, mas que ainda precisa estreitar ainda mais dessa integração”, completou o prefeito de Corumbá.

O prefeito da cidade boliviana também destacou a importância do Festival América do Sul Pantanal para a região e reforçou que segurança dos artistas e turistas que visitarem o município esta garantida. “Nos sentimos honrados em recebê-los, dizer que se sintam em sua casa, com muita vontade queremos irmanar com todo o Mato Grosso do Sul, Santa Cruz, o Paraguai e Bolívia”, disse Sebastian Hurtado.

Representando o governador Reinaldo Azambuja, Athayde Nery pontuou a importância da inclusão das cidades fronteiriças no FASP. “O prefeito nos orientou no sentido de fazer essa integração. Em Corumbá não estamos só no Centro, mas para os bairros. Ladário também entrou na programação. Vamos fazer uma integração que não é só cultural, mas econômica, política, social e de segurança para cada vez mais nos tornarmos irmãos”, declarou.

“A fronteira é geográfica, mas não pode ser uma fronteira humana. Respeito, democracia e paz são os valores que estamos cultuando para fazermos esse exemplo para a América do Sul toda. São mais de 10 países que estarão aqui, mais de 200 artistas e atividades durante o dia inteiro em toda essa região”, concluiu.

 

Ações e Compartilhamento
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE