Menu

Fale Conosco Expediente Buscar

Corumbá, MS
19 de Agosto de 2018
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
 

Município apresenta cronograma de obras do Fonplata à Câmara de Vereadores

Da Redação em 23 de Maio de 2018

A Prefeitura de Corumbá está concluindo os trâmites legais para iniciar as primeiras obras do Fonplata na cidade. Foi o que informou na terça-feira, 22 de maio, o secretário de Governo, Cássio Augusto da Costa Marques, durante participação na sessão da Câmara Municipal, em atendimento a uma solicitação feita pelo Poder Legislativo corumbaense, por meio do vereador Manoel Rodrigues.

Divulgação/Câmara de Corumbá

Cássio Costa Marques (à direita) explicou andamento do Fonplata

Cássio, que é o coordenador geral da Unidade Executora do Programa do Fundo Financeiro de Desenvolvimento da Bacia do Prata (UEP/Fonplata), explicou que duas licitações já foram concluídas, e que a Prefeitura deverá encaminhar nos próximos dias, toda a documentação para apreciação do Fonplata, visando a homologação.

Afirmou que isso é uma exigência e que, logo após autorização do Fundo Financeiro, o prefeito Marcelo Iunes assinará a ordem de serviço das primeiras intervenções na cidade, que são drenagem e pavimentação do bairro Padre Ernesto Sassida, no valor de US$ 3,2 milhões, e das intervenções na rua Porto Carrero, também com drenagem e recuperação do pavimento, além de outras obras de urbanização da via, bem como drenagem e pavimentação das ruas do Conjunto Vitória Régia, que permitirá a ligação com o Cristo Redentor, totalizando US$ 2,7 milhões.

“Estas serão as duas primeiras intervenções na cidade. No Ernesto Sassida, a parceria com o Governo do Estado está permitindo drenar e pavimentar a rua Nossa Senhora das Mercês, e a Prefeitura será responsável pelos serviços de infraestrutura das demais vias do bairro, que representa 75% do projeto”, informou.

Explicou que a Porto Carrero passará por uma profunda transformação, com atenção especial à drenagem, pavimentação e canteiro central. “É a segunda licitação dessa primeira etapa do Fonplata, que vai resultar em sensíveis melhorias de uma das principais vias da cidade”, explicou, lembrando que as intervenções também ocorrerão no Vitória Régia, com pavimentação de vias importantes, especialmente na região do Centro de Educação Infantil Professora Eunice Ajala.

Mais obras

O coordenador da Unidade Executora informou ainda que a Prefeitura já está trabalho no processo licitatório de outras obras que integram esta primeira etapa do Fonplata. Entre elas estão a revitalização das ruas Cabral e Colombo que serão inclusive alargadas, mão única, implantação de ciclovia na Cabral, além de outras intervenções.

Também estão sendo ultimados os preparativos para licitação das obras do Parque Linear dos Ipês, que prevê total urbanização ao longo da malha ferroviária entre os bairros Aeroporto e Maria Leite, bem como do recapeamento de 90 quadras na área urbana, totalizando 192 quadras com as 102 que o Governo do Estado está executando.

Informou ainda que, na segunda etapa, as obras previstas são a implantação do Parque da Jaguatirica que ligará a região do Previsul até o Bairro Guató, com completa urbanização, incluindo equipamentos de esporte, lazer, cultura, pavimentação da Rua Rui Barbosa, entre outros; revitalização da entrada da cidade com a duplicação da Gaturama, além de outras intervenções.

Cássio lembrou que, atendendo solicitação do prefeito Marcelo Iunes, estão sendo feitos reajustes para assegurar recursos visando intervenções na área de infraestrutura, não ficando somente em projetos urbanísticos. Conforme ele, isso vai permitir execução de obras de drenagem e pavimentação no Tiradentes, Bairro Aeroporto; Vitória Régia, além de outras regiões da cidade. “Estamos enxugando o orçamento do Fonplata para beneficiar bairros que não contam com infraestrutura. Tudo isso está sendo possível com as adequações que estão ocorrendo”, explicou.

Além disso, a Prefeitura está trabalhando na implantação do Centro de Atendimento ao Contribuinte, que seria em um prédio da Rede Ferroviária, mas pode mudar de local; intervenções na Prainha Vermelha, na Orla do Rio Paraguai (o terminal de embarque e desembarque de passageiros será construído pelo Governo do Estado, na região do Centro de Convenções). Com informações da Assessoria de Comunicação da Câmara Municipal de Corumbá.

Ações e Compartilhamento
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE