Menu

Fale Conosco Expediente Buscar

Corumbá, MS
23 de Junho de 2018
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
 

André Puccinelli busca alianças e promete formar "equipe nova"

Da Redação com Campo Grande News em 20 de Maio de 2018

Lideranças e membros do MDB se reuniram no sábado (19) para encerrar o ciclo de visitas às regiões de Mato Grosso do Sul, onde sugestões da população foram colhidas para ajudar a compor o plano de governo do pré-candidato da legenda, André Puccinelli. Participam do evento o ex-ministro da Fazenda Henrique Meirelles e o ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun.

Leonardo Rocha/CG News

Ciclo de visitas às cidades de MS foi encerrado em Campo Grande no sábado

“Minha intenção ao retornar à disputa pelo Estado, é voltar a levar desenvolvimento para Mato Grosso do Sul para que o futuro seja promissor com a mesma meta do Brasil, que é crescer a economia e gerar mais empregos”, disse Puccinelli. As contribuições dadas pela população vão se transformar nas propostas que o pré-candidato pretende usar na campanha, “para que possamos apresentar os pedidos que os cidadãos estão querendo”.

Henrique Meirelles, que tem se articulado para viabilizar candidatura à presidência da República, diz que a intenção do partido é continuar a recuperar a economia. “O Brasil passou pela maior recessão da história, a economia caiu e o desemprego avançou, mas há algum tempo o país voltou a respirar”, pontua.

Segundo ele, foram criados mais de dois milhões de empregos, dos quais 100 mil foram registrados somente em abril. “Queremos assegurar que esse crescimento continue em 2019”.

Conversas adiantadas

O ex-governador André Puccinello (MDB) disse que já tem conversas adiantadas com vários partidos, para formar seu bloco de alianças e promete que caso seja eleito, vai ter uma equipe nova de trabalho, tendo poucos nomes que estiveram nas suas últimas gestões. “Vamos montar um grupo com os partidos parceiros”.

Ele citou partidos que podem ser parceiros: PHS, PTC, PEN,PRTB, PMB, PSDC e PMN e alguns que tenta convencer a fazer parte do grupo, entre eles o Democratas. “Com eles estamos na fase do namoro, mas queremos trazer para nosso lado”.

Puccinelli fez questão de dizer que a “candidatura é pra valer” e que não vai voltar atrás. “O que existe são mentiras e fake news de que não serei candidato, mas vou para disputa e no dia 15 de agosto estarei registrando a candidatura, já que sou ficha limpa”.

Sobre a composição de governo, declarou que caso seja eleito, terá uma equipe nova de trabalho, com no máximo quatro gestores que estiveram com eles nos mandatos anteriores. “No máximo dois homens e duas mulheres, o resto será uma equipe nova, com pessoal preparado para o futuro”.

Dois nomes de Corumbá já estão confirmados como pré-candidatos do MDB: o ex-prefeito Paulo Duarte, que vai em busca de uma vaga na Assembleia Legislativa e o ex-prefeito Eder Brambilla, que vai concorrer à Câmara Federal. 

 

Ações e Compartilhamento
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE