Menu

Fale Conosco Expediente Buscar

Corumbá, MS
24 de Maio de 2018
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
 

Preparador físico garante que Neymar vai estar em "condições físicas ideais" para Copa

Globoesporte.com em 14 de Maio de 2018

Tite divulgou a lista com os 23 convocados para a Copa do Mundo da Rússia, e Neymar está lá. O jogador está em fase final de recuperação, o que pode preocupar muita gente, mas Fábio Mahseredjian, preparador físico da seleção brasileira, garante que o atacante do PSG estará apto a jogar.

Divulgação/PSG

Neymar já retomou os treinos físicos no PSG

"Ele vai ter 27 dias de treinamento com o grupo e dois amistosos. É um atleta leve fisicamente, está trabalhando com o Ricardo Rosa, e pensamos a preparação física na mesma forma. Não vejo problema, vai ter ritmo de jogo e vai estar nas suas condições físicas ideais", disse o preparador ao Seleção SporTV.

Mahseredjian também comentou a situação de Fagner, do Corinthians. O médico da seleção brasileira, Rodrigo Lasmar, esteve no CT do clube no último domingo para avaliar as condições físicas do jogador, que se recupera de uma lesão do músculo posterior da coxa direita.

"Fagner sempre preocupa mais, mas está sendo muito bem atendido, acompanhado pelo Corinthians. Vai se apresentar já iniciando o trabalho físico. A preocupação existe , mas é pequena, já que a lesão está praticamente cicatrizada", comentou.

Os jogadores se apresentam no dia 21 de maio, na Granja Comary, em Teresópolis. Apenas Marcelo, Casemiro e Firmino, que disputarão a final da Liga dos Campeões, chegam depois. De 28 de maio a 10 de junho a equipe se prepara na Inglaterra, no CT do Tottenham, e enfrenta a Croácia, dia 03, em Liverpool, e a Áustria, dia 10, em Viena, nos dois últimos amistosos antes da Copa do Mundo. Por disputarem diferentes campeonatos em diferentes países, os 23 convocados chegam em diferentes condições físicas.

"O primeiro desafio é diasgnosticar o estado físico que os jogadores vão se apresentar. Há 3 meses começamos a visitar os clubes, tínhamos um radar de uns 30, 35 jogadores, e pedimos para os preparadores físicos e fisiologistas mandarem a carga crônica de treinamento do último mês (...) para que cheguem aqui e nós saibamos que não podemos ultrapassar o que eles têm feito lá, para começar a equilibrar e depois icrementar a carga de trabalho, tanto no volume quanto na intensidade", completou Mahseredjian.

 

Ações e Compartilhamento
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE