Menu

Fale Conosco Expediente Buscar

Corumbá, MS
23 de Junho de 2018
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
 

Corumbaense vai buscar vice-liderança do grupo contra Brasiliense

Ricardo Albertoni em 04 de Maio de 2018

Anderson Gallo/Diário Corumbaense

Corumbaense terá a chance de assumir a vice-liderança do grupo A10 do Campeonato Brasileiro da Série D

Às 19h, desta sexta-feira, 04 de maio, no estádio Mané Garrincha, em Brasília, o Corumbaense terá a chance de assumir a vice-liderança do grupo A10 do Campeonato Brasileiro da Série D. Em jogo válido pela terceira rodada da competição, o Carijó da Avenida vai enfrentar o Brasiliense, em uma disputa direta pela posição na tabela. Os dois times estão empatados com 3 pontos e apenas um gol define a colocação neste momento.

Para definir o vice-líder, as equipes farão dois jogos consecutivos. Nesta sexta (04) e no dia 13 (domingo), no Arthur Marinho, em Corumbá. As equipes vivem momentos opostos na competição. De um lado o Corumbaense confiante devido a vitória no último jogo contra o Dom Bosco pelo placar de 2 a 1, que o reabilitou após uma estreia ruim quando perdeu para o Iporá por 2 a 0 e, do outro lado, um time que iniciou  a competição vencendo e perdeu na última rodada em casa para o Iporá.

Anderson Gallo/Diário Corumbaense

Técnico Robert de Almeida fez mudanças para jogo de hoje

Em busca do acesso, o “Jacaré” investiu em nomes conhecidos do futebol nacional, como o zagueiro pentacampeão Lúcio, os meias Souza e Erick Flores, Reinaldo e mais recentemente o atacante Tartá, cria do Fluminense, onde foi campeão brasileiro em 2010 e vice da Libertadores em 2008. O jogador defendeu este ano o Boavista, que disputou o Campeonato Carioca.

Uma nova derrota diante de sua torcida pode decretar crise no vice-campeão do Candangão - competição regional do Distrito Federal – e a pressão pode acabar beneficiando o time de Corumbá no primeiro jogo do returno quando as equipes voltam a se enfrentar no Arthur Marinho. A vitória também pode animar os torcedores que andam afastados das arquibancadas do estádio em que o time pantaneiro manda seus jogos.

Mas, antes de pensar em retorno da torcida no jogo de Corumbá é preciso obter um bom resultado nesta sexta-feira. E o técnico Robert Almeida terá que fazer alterações em relação ao time que começou jogando contra o Dom Bosco. O capitão Cléber sentiu um incômodo na posterior esquerda, realizou tratamento durante a semana e está liberado pelo departamento médico, mas, devido a intensidade com que o volante participa das partidas deve ser poupado pelo treinador e deverá ficar à disposição no banco. Igor Pimentel, titular em grande parte do Campeonato Estadual e que ficou de fora do início da Série D por lesão, pode ser testado, mas a tendência é que Eduardo Arroz substitua Cléber.

“O Brasiliense é um time experiente, muitos jogadores rodados como Souza, o Lúcio, mas hoje em dia, não tem mais isso de nome, quem correr, tiver mais disposição dentro de campo vai sair vitorioso. O nosso time também é maduro, tem qualidade e esperamos que a gente faça um bom jogo e volte com os três pontos”, disse o capitão ao Diário Corumbaense.

Outro que deve ser poupado é o atacante Guilherme Feitoza que será substituído provavelmente por Jorginho. O zagueiro Jaime, que se recupera de lesão, continua fora dos relacionados e Rodrigo Milanez, que teve atuação decisiva na vitória do último jogo, deve continuar.

Anderson Gallo/Diário Corumbaense

O volante Mutuca está pendurado com dois cartões amarelos

O técnico Robert Almeida comentou sobre as alterações e os testes que realizou durante os treinos da semana. “Gostei do treinamento, o time tomou outra forma com o Arroz ali, fica mais equilibrado no sentido de toque de bola.  Com o Cléber, a gente ganha muita força, muita intensidade, mas vamos tentar equilibrar isso dentro do time, o substituto natural é o Arroz, porém temos a opção do Pimentel que está voltando muito bem e a gente está com essa questão aí. O Guilherme [Feitoza] sentiu, só que é uma coisa bem menos grave que o Cléber e a gente decidiu poupar para que ele entre 100% no jogo. Deve entrar o Jorginho no lugar”, disse Robert a este Diário.

Sobre o adversário, o treinador destacou que deve usar a velocidade dos jogadores como trunfo na partida. “O Brasiliense ainda está contratando, chegou Tartá agora, tem um outro atleta e já mudou do primeiro jogo para o segundo e com certeza, com o resultado da última partida, a tendência é mudança contra o Corumbaense. Tem o Romarinho lá que é um jogador muito rápido, muito intenso. Tem um lateral esquerdo muito bom e jogadores experientes como Souza, Lúcio, Reinaldo, que são jogadores muito importantes, mas, temos que aproveitar nossa velocidade com a bola ou sem e colocar intensidade no jogo. O Mané Garrincha é um campo largo, grande, mas vamos tentar equilibrar isso e quanto mais oportunidade a gente tiver de colocar intensidade no contra-ataque, vamos colocar”, explicou Robert.

Sobre a possibilidade de perder Mutuca para o jogo em Corumbá, já que o volante está pendurado com dois cartões amarelos, Robert destacou que espera que o atleta, ciente da situação, evite ser advertido, mas se acontecer, confia no elenco para a próxima partida. “Tem que jogar de maneira inteligente para não tomar o terceiro amarelo, mas se tomar, temos várias opções como o Pimentel, Arroz, Cléber, Amorim, então, a gente está muito bem servido”, finalizou o treinador.

O Corumbaense viajou de ônibus para Campo Grande. Da Capital do Estado o time pegou voo para  Brasília, com escala em São Paulo. As outras duas equipes do grupo, Dom Bosco e Iporá, se enfrentam no domingo, 06 de maio, na Arena Pantanal, em Mato Grosso, mesma data de Novo e Ceilândia, do grupo A11.

A Série D

O Campeonato Brasileiro da Série D é disputado por 68 clubes, divididos em 17 grupos de quatro equipes na primeira fase. Os 17 primeiros e os 15 melhores segundos colocados de cada chave avançam à segunda fase, que será disputada em jogos mata-mata de ida e volta. Caso não esteja entre os quatro melhores colocados ao fim do campeonato para avançar à Série C, por ser vice-campeão estadual em 2018, o Corumbaense já está garantido na Série D do ano que vem.

Ações e Compartilhamento
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE