Menu

Fale Conosco Expediente Buscar

Corumbá, MS
25 de Maio de 2018
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
 

Vereador reivindica readequação de ponto de ônibus da Praça da República

Da Redação em 19 de Abril de 2018

Readequação estrutural do ponto de ônibus existente em uma área anexa à Praça da República, Centro da cidade, está sendo solicitada à Prefeitura, pelo vereador Chicão Vianna. O pedido foi feito por meio de um requerimento em sessão do Poder Legislativo corumbaense e encaminhado ao prefeito Marcelo Iunes, bem como ao secretário de Infraestrutura e Serviços Públicos, Ricardo Ametlla.

Divulgação/Câmara de Corumbá

Vereador pede melhoria da estrutura para maior conforto de usuários do transporte coletivo

Chicão alegou que, nos últimos dias, manteve contatos com os usuários do sistema e constatou que, especificamente nesse ponto de ônibus, as dificuldades enfrentadas pelas pessoas são imensas, ficando expostas ao sol e chuva, principalmente. “Diante da situação que verificamos naquele local, estamos pedindo à Prefeitura, estudos sobre a possibilidade de ser feita uma readequação estrutural do ponto, de modo que seja dada estrutura humanitária mínima aos usuários”, reivindicou.

“É preciso ampliar o abrigo contra sol, chuva, vento e frio, como também disponibilizar banheiros e bebedouros para os usuários do transporte coletivo em nossa cidade”, reforça, citando que a população já estava habituada com o ponto antigo, todo coberto, e não enfrentava problemas como os atuais. A gestão passada da Prefeitura é quem fez as mudanças no local. 

“A estrutura atual não oferece condições mínimas para suportar a espera do transporte coletivo. Na prática, está submetendo os usuários a condições desumanas, visto que têm que enfrentar os impactos climáticos sob a sombra de um telhado metálico, que não cobre todos os assentos, submetendo-os à chuva, ao sol escaldante e ao frio muitas vezes extremo que nos acomete, além de obrigá-los a pagar pelo uso de banheiros dos estabelecimentos instalados ao redor. Ou seja, além de comprar a passagem, o usuário tem de pagar pelo uso do banheiro e pela compra de água para saciar a sede”, ressaltou. As informações são da assessoria de imprensa da Câmara Municipal. 

Ações e Compartilhamento
Comentários:

José Mendes: Vai fazer isso nos outros pontos da cidade? Tem lugar que é só um meio fio pintado com um monte de mato pra todo lado.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE