Menu

Fale Conosco Expediente Buscar

Corumbá, MS
17 de Agosto de 2018
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
 

Descoberto plano para matar diretor adjunto de penitenciária estadual de Dourados

Campo Grande News em 12 de Abril de 2018

Divulgação

Penitenciária Estadual de Dourados, onde presos relatam clima de tensão e diretor é alvo de ameaça de morte

O agente penitenciário Antonio José dos Santos, 51, diretor-adjunto da PED (Penitenciária Estadual de Dourados), é alvo de um plano de execução descoberto pelo serviço de inteligência da Polícia Civil. O caso foi comunicado à Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário).

De acordo com a ocorrência registrada por Antonio na 2ª Delegacia de Polícia de Dourados, na terça-feira (10), a ordem teria partido de um detento da penitenciária, a mais superlotada de Mato Grosso do Sul, onde pelo menos 2.400 internos ocupam espaço onde deveriam estar 800 presos.

Nesta semana surgiram informações de que os internos da PED fizeram um princípio de motim. Áudios enviados por um preso relataram o clima de tensão e um vídeo foi divulgado com som de “bate grade” em um dos pavilhões. A Agepen descartou o princípio de motim, disse que o vídeo era antigo e apreendeu o celular usado pelo detento.

O presidente do sindicato dos agentes penitenciários, André Santiago, criticou a Agepen pelos procedimentos adotados em relação às ameaças contra o diretor adjunto. Segundo ele, além de avisar o servidor, a agência deveria iniciar um protocolo de providências.

Em nota enviada pela assessoria de imprensa, a Agepen confirma ter recebido informações sobre possíveis ameaças contra o diretor adjunto da PED e diz que imediatamente adotou o protocolo de segurança cabível neste caso, que não pode ser detalhado para não atrapalhar os trabalhos.

“A Gisp (Gerência de Inteligência do Sistema Penitenciário), em conjunto com outros órgãos de inteligência da Segurança Pública, também está realizando as apurações devidas”, afirma a Agepen.

Ainda segundo a agência, existe uma comissão permanente, que atua para prevenir e intervir em situações de ameaças a agentes penitenciários, apresentando sugestões para providências caso a caso. A ameaça ao diretor adjunto já foi encaminhado para a pauta, informou a Agepen.

“Essa comissão é formada por representantes de diferentes setores da Agepen, e possui também como membro representante do Sindicato dos Servidores da Administração Penitenciária (Sinsap)”, diz a nota da Agepen.

Ações e Compartilhamento
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE