Menu

Fale Conosco Expediente Buscar

Corumbá, MS
22 de Julho de 2018
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
 

Na busca pela quarta semifinal consecutiva, Corumbaense enfrenta Comercial esta noite

Ricardo Albertoni em 14 de Março de 2018

O Corumbaense joga hoje, 14 de março, às 20h45 no Morenão, partida decisiva para o restante da temporada. Uma vitória garante ao Carijó da Avenida pelo menos mais duas datas em março, até o início do Campeonato Brasileiro da Série D, que deve começar em meados de abril. O time de Corumbá não é eliminado nas quartas de final desde 2015, quando o time retornou à elite do futebol sul-mato-grossense. A partir daquele ano, o time chegou até  as semifinais em todas as oportunidades e em 2017 conquistou o título da competição.

Com melhor campanha - um ponto a mais que o Colorado, o Corumbaense tem a vantagem de jogar por um empate no jogo de volta em Campo Grande. A primeira partida, no último domingo no Arthur Marinho terminou em 1 a 1. Mas, de acordo com o técnico Gianni Freitas, que vai para o seu terceiro jogo à frente do time pantaneiro, a equipe não vai jogar com o “regulamento debaixo do braço”. O técnico afirmou que não vai recuar a equipe para tentar segurar o resultado, entretanto, não vai se jogar ao ataque e comprometer o setor defensivo correndo o risco de perder a vantagem nos minutos finais.

Anderson Gallo/Diário Corumbaense

Gianni Freitas fará a terceira partida no comando do Corumbaense

“Eu prefiro pecar pelas minhas convicções. Não vou recuar a equipe, mas também não vamos sair desesperados. Precisamos manter o equilíbrio. Nós temos que defender na hora de defender e atacar na hora de atacar. Talvez nos minutos finais a gente se lembre que tem a vantagem, mas a nossa prioridade é jogar. Como eu posso  pedir atitude, comprometimento, foco, se eu me acovardar e pedir para o atleta ficar restrito no campo de defesa esperando o adversário?. Se nós queremos a classificação, temos que buscar o resultado, se for um empate, que assim seja, se for a vitória que assim seja”, disse Gianni ao Diário Corumbaense.

O treinador destacou algumas mudanças principalmente no aspecto comportamental e no rendimento da equipe durante os dois tempos das partidas. Ele afirmou que com base no que foi  pontuado sobre o time em sua chegada à cidade, já percebe evoluções em algumas situações.

“Depois da partida de domingo vi com mais tranquilidade o jogo com a ajuda de um analista de desempenho que trabalha comigo. Fizemos uma conferência pelo WhatsApp e fiquei feliz porque conseguimos manter a mesma intensidade durante os 90 minutos.  Se nós pararmos e analisarmos friamente, na linha dos atacantes, os cinco que têm a função de atacar tiveram chances reais de gol. Isso me deixou muito feliz, mas não podemos cometer tantos erros de finalização para não acabar gerando uma instabilidade emocional”, considerou Gianni.

O comandante do alvinegro pantaneiro ressaltou que sua metodologia de trabalho, denominada por ele CIC – competência, intensidade e comprometimento - já está sendo aos poucos assimilada pelos atletas. “Pra mim são os alicerces de qualquer equipe. Aos poucos vamos introduzindo isso. Vimos uma dose de comprometimento muito grande por parte da equipe, atletas como Jorginho, Tiziu, William, acompanhando lateral adversário, evitando escanteios. Vimos a intensidade da equipe, que jogou de maneira agressiva, objetiva, buscando o gol, mas pecamos ao meu ver somente na finalização, já que criamos cerca de sete chances claras de gol e conseguimos converter apenas uma. Mas aos poucos vamos nos acertando, dando uma outra dinâmica de trabalho, outra cara a essa equipe”, disse Gianni.

Anderson Gallo/Diário Corumbaense

Antes da viagem para Campo Grande, equipe fez jogo treino no Arthur Marinho

Um dos jogadores que tem sido responsáveis pela “outra cara” do Corumbaense, o atacante Jorginho, que chegou ao time recentemente vindo do futebol do Distrito Federal, também afirmou que o time não vai tentar segurar o empate no jogo desta noite.

“Joguei duas boas partidas, mas acho que não rendi o que poderia ter rendido. Fiz o que o treinador pediu e procurei executar da melhor forma possível. Quando eu precisar entrar para ajudar a equipe farei, seja em um ou dois tempos. O resultado nos favorece, mas não iremos jogar pelo empate. Gostaríamos de ter vencido o jogo passado, mas agora é focar na partida de logo mais”, disse o jogador.

Na segunda-feira, o time fez um jogo treino com jogadores das categorias de base. Na terça a tarde, a equipe viajou para a Capital. O árbitro do jogo de hoje é Paulo H. Melo Salmázio (CBF), que será auxiliado por Eduardo Gonçalves da Cruz (CBF) e Diego dos Santos Ruberdo (FFMS). O quarto árbitro é Hudson M. Hernandes (asp. CBF) e o analista de arbitragem é Manoel Paixão.

Mudanças nas quartas de final

O adversário de Corumbaense ou Comercial é um ponto de interrogação após decisão do TJD-MS em punir o Costa Rica de acordo com infração ao art.. 214 ,§ 1º e 2º do CBJD que dispõe sobre incluir na equipe, ou fazer constar da súmula ou documento equivalente, atleta em situação irregular para participar de partida, prova ou equivalente.

Com a perda de 13 pontos, além de multa, o CREC caiu para a última colocação do grupo A, consequentemente, o União/ABC subiu da quarta posição para a terceira e o Novo, que estava eliminado ganhou a vaga. Dois confrontos também sofreram alterações: Águia Negra que tinha vencido fora de casa a primeira partida contra o União/ABC por 3 a 2 agora deve fazer novo jogo contra o Novo. Já o Sete, que brigava com o próprio Costa Rica por uma vaga na semifinal vai encarar o União/ABC.

Cabe recurso, mas se não houver nova mudança, o vencedor do confronto entre Corumbaense e Comercial deve sair do duelo entre Águia Negra e Novo. Os jogos alterados acontecem amanhã (15) às 16h no Douradão Sete e União/ABC e às 18h em Campo Grande, Novo e Águia Negra. Operário e Urso, confronto que não sofreu alteração acontece também na quinta-feira (15) às 20h45, no Morenão.

 

Saiba mais

27/03/2018 De olho na arbitragem, Corumbaense faz segundo jogo da semifinal amanhã contra o Novo

25/03/2018 Operário vence o Sete e é o primeiro finalista do Estadual 2018

23/03/2018 Com pênalti duvidoso, Novo consegue empate contra o Corumbaense no Morenão

20/03/2018 Técnico do Corumbaense aposta em “plano de jogo” e “maturidade” na semifinal

19/03/2018 Novo surpreende, elimina invicto Águia Negra e reedita última final contra Corumbaense na semi

16/03/2018 Operário se classifica nos acréscimos, Sete vence fora de casa; Águia e Novo empatam

15/03/2018 Costa Rica recorre de decisão após ser excluído do Estadual

14/03/2018 Corumbaense segura o empate e é o primeiro classificado para a semifinal do Estadual

11/03/2018 Jogadores e técnico lamentam gols perdidos, mas estão confiantes no próximo jogo

11/03/2018 Corumbaense e Comercial ficam no empate no primeiro confronto do mata-mata

10/03/2018 No mata-mata, Corumbaense tem chance de devolver ao Comercial eliminação em 2016

08/03/2018 FFMS confirma Corumbaense e Comercial no domingo às 16h, no Arthur Marinho

08/03/2018 Corumbaense goleia Urso e leva vantagem no confronto contra o Comercial nas quartas de final

07/03/2018 Com novo técnico, Corumbaense enfrenta o Urso esta noite no Arthur Marinho

06/03/2018 Mudança de mentalidade e equilíbrio da defesa são primeiras missões de Gianni Freitas

05/03/2018 Corumbaense anuncia novo técnico; Gianni Freitas já comanda o time contra o Urso

04/03/2018 Douglas Ricardo não comanda mais o Corumbaense; "dever cumprido", diz treinador

03/03/2018 Corumbaense perde de virada para o Águia Negra e torcida protesta no Arthur Marinho

Ações e Compartilhamento
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE