Menu

Fale Conosco Expediente Buscar

Corumbá, MS
23 de Junho de 2018
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
 

Bombeiros enfrentam terreno alagado e mato alto em busca de desaparecido

Lívia Gaertner em 14 de Março de 2018

Divulgação/3º GBM

Área de busca por trabalhador rural é extensa e de difícil acesso

A região é de difícil acesso com muito charco, mato alto e presença de enxames de abelhas, porém a equipe do Corpo de Bombeiros continua realizando as buscas ao trabalhador do campo, Maximino Sanches Ruiz, de 38 anos, na região de Forte Coimbra. Em alguns trechos, os bombeiros se deslocam com trator e, em outros, o trajeto na área, que é extensa, é feito a pé devido ao terreno alagado, devido a cheia no Pantanal, onde o mato chega a ultrapassar os dois metros de altura.

As informações da esposa do desaparecido, dão conta de que está sem notícias dele desde o último sábado, 10 de março. Na sexta-feira (09), Maximino e mais dois trabalhadores saíram em direção a fazenda Chão Batido, mas no caminho, o trator em que estavam atolou, pois aquela região está alagada. Os três passaram a noite no local e na manhã seguinte, dois deles saíram em busca de socorro na fazenda mais próxima, distante 10 quilômetros de onde estavam. Quando retornaram com cavalos, não encontraram mais Maximino, que havia ficado tomando conta do trator.

De acordo com a equipe do Corpo de Bombeiros que realiza as buscas ao trabalhador, nenhum vestígio do mesmo foi encontrado pela área. Durante o trabalho, os bombeiros pediram também a colaboração de trabalhadores rurais das fazendas próximas que foram informados sobre o caso e estão em alerta a qualquer informação que possa auxiliar na localização de Maximino.

Como se trata de uma área extensa e de difícil acesso, o Corpo de Bombeiros está providenciando apoio para um sobrevoo na região.

Ações e Compartilhamento
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE