Menu

Fale Conosco Expediente Buscar

Corumbá, MS
18 de Junho de 2018
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
 

Júlio César conquista seletiva e vai representar o Brasil no Sul-Americano de Karatê

Ricardo Albertoni em 05 de Março de 2018

Divulgação

Júlio conquistou o primeiro lugar na seletiva

Mais uma vez, Júlio César Mendonça Garcia, de 12 anos, esteve no lugar mais alto do pódio. No último sábado, 03 de março, o jovem karateca representou Mato Grosso do Sul na seletiva nacional para a Seleção Brasileira de Karatê, em João Pessoa, na Paraíba, e conquistou pelo segundo ano consecutivo, o primeiro lugar. Com a manutenção de sua vagar na seleção nacional, o jovem vai representar o Brasil no Campeonato Sul-Americano de Karatê este ano, que acontece em abril, na cidade de Guaiaquil, no Equador.

Durante a disputa,  Júlio contou com o acompanhamento do seu técnico Genival Ferreira da Silva, do Rio de Janeiro. O sensei Genival é responsável pelo aprimoramento da técnica do atleta que compete na modalidade de Kata (luta imaginária de movimentos combinados).

Para participar da seletiva, o atleta contou, mais uma vez, com o apoio dos familiares e amigos. Em sua postagem em rede social, Júlio agradeceu seus apoiadores. “Agradeço aos meus padrinhos Carlos Geovani e Raquel Maria que não mediram esforços para me ajudar; ao meu colégio Sesi, que este ano contribui com minha preparação; minha associação Kumakan de Karatê nas pessoas do Sensei Sande Macêdo e Wanessa Kelly, que me acolheram com muito carinho e ao meu sensei Washington Melo, que me auxiliou na base do meu karatê, além de todas as pessoas que nos incentivam ao longo dos oito anos de competição”, destacou Júlio.

Menino campeão

Participando de competições desde os 6 anos de idade, o karateca sempre esteve no pódio. Foi bicampeão brasileiro nacional, tetracampeão brasileiro regional; tem dois títulos internacionais, da Copa Arnold Classic que aconteceu no Rio de Janeiro, onde a família também morou, e tem três títulos da Copa Internacional Amazônica. É tricampeão carioca, tetracampeão amazonense e conquistou em 2017 o bronze no Campeonato Sul-americano de Karatê disputado na Bolívia e o ouro no Pan-Americano realizado na capital argentina, Buenos Aires, em agosto. Um currículo de mais de 60 páginas e uma parede cheia de medalhas representam a carreira vitoriosa do atleta.

Em abril do ano passado, ao Diário Corumbaense, os pais de Júlio já haviam relatado a dificuldade em conseguir patrocínio para eventos. O militar Juliano Garcia chegou a levantar a possibilidade de o atleta não disputar competições caso não houvesse apoio. “Nós dependemos do apoio das pessoas porque nosso filho nunca teve um patrocinador, sempre é o 'paitrocinador', tento fazer o possível para levá-lo até as competições, mas em alguns casos, não tem como”, disse na época.

Ações e Compartilhamento
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE