Menu

Fale Conosco Expediente Buscar

Corumbá, MS
15 de Agosto de 2018
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
 

Em MS, chuvas adiam encerramento do Censo Agropecuário 2017

Campo Grande News em 01 de Março de 2018

O encerramento do Censo Agropecuário 2017 do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) - previsto para fevereiro -, precisou ser adiado devido aos imprevistos e enchentes causadas pela chuva. Mesmo com os estragos que assolaram diversos municípios de Mato Grosso do Sul, os questionários seguem à fase final.

Danielle Valentim/CG News

Até janeiro, chefe do IBGE informou que a presença intensa da chuva não impediu que 80% da região fosse coletada

As visitas em boa parte dos sítios da agricultura familiar do Estado contam, inclusive, com o suporte da Agraer (Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural), órgão vinculado ao governo do Estado, que atualmente presta atendimento para mais de 32 mil famílias agrícolas das 72 mil existentes.

“Os nossos técnicos têm o conhecimento das regiões e dos produtores pelos municípios. Há servidores nossos que acompanharam os recenseadores até as propriedades”, conta o gerente de Desenvolvimento Agrário e Abastecimento (GDA/Agraer), Araquem Midon.

Os resultados deveriam ser divulgados, agora, no final de fevereiro. Contudo, devido aos imprevistos causados pela chuva a previsão é de que todo o trabalho seja concluído no começo de março.

“O período chuvoso começou em meados de novembro e, de lá para cá, algumas regiões tiveram maior incidência, o que dificultaram as visitas até determinadas propriedades. Contudo, acredito que mais uma semana para frente, no mês de março, e tudo será concluído”, justifica o superintendente do IBGE em Mato Grosso do Sul, Mário Alexandre de Pinna Frazeto.

A localização de alguns proprietários foi outro ponto que também demandou um poucomais de trabalho. Entretanto, o Censo segue à todo vapor e os resultados obtidos no Mato Grosso do Sul são animadores, pois já ultrapassaram os números esperados.

Já foram coletados 102,7% de informações, o que significa que foram visitadas 66.892 propriedades rurais, 1.765 estabelecimentos a mais do que foi previsto. A meta era coletar informações em pelo menos 65.127 mil propriedades.

O Censo Agro abarca todo tipo de propriedade rural, da fazenda ao sítio, sendo promovido a cada dez anos. Todas as informações coletadas pelo País serão direcionadas a sede do IBGE, no Rio de Janeiro. A previsão é de que os resultados sejam publicados, nacionalmente, entre junho e julho deste ano.

Ações e Compartilhamento
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE