Menu

Fale Conosco Expediente Buscar

Corumbá, MS
15 de Agosto de 2018
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
 

ONG lança mapa interativo da Bacia do Alto Paraguai

Lívia Gaertner em 23 de Fevereiro de 2018

A Ong Ecoa (Ecologia e Ação), com quase 30 anos de atividades, apresentou um mapa interativo da Bacia do Alto rio Paraguai. A ferramenta, que está disponível na internet, traz informações como a localização geográfica das comunidades, Estações Fluviométricas instaladas na Bacia do Alto rio Paraguai e ações antrópicas como queimadas e represas.

O mapa, segundo a ONG com sede em Campo Grande, integra uma das Etapas do Projeto “Prevenção, Mitigação e Adaptação para comunidades pantaneiras frente aos eventos climáticos extremos“, que consistiu no desenvolvimento de um Sistema de Monitoramento, Comunicação e Alerta, que atualmente está em fase de testes.

Para fins de melhor entendimento, a ONG adotou como evento climático extremo: cheias, secas vendavais, ciclones tropicais, geadas, estiagens prolongadas, chuvas de granizo, até alterações de temperatura. “Além dos eventos naturais extremos, alterações ambientais antrópicas ganharam destaques, a exemplo dos arrombados do rio Taquari, que mais de uma vez provocaram perdas de áreas “firmes” que permitiam seu uso pela pecuária. As polêmicas vinculadas às instalações de represas na parte alta da Bacia Hidrográfica do rio Paraguai e o assoreamento dos principais rios navegáveis também são noticiadas regularmente”, diz.

Com a nova ferramenta também é possível acessar algumas informações adicionais como características sociais, territoriais e/ou culturais destas comunidades, bastando para tanto clicar sobre os ícones dispostos dentro no mapa.

Acesse o mapa, clicando aqui.

Reprodução

Mapa está disponível na internet e traz uma série de informações sobre comunidades do Alto Paraguai

Ações e Compartilhamento
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE