Menu

Fale Conosco Expediente Buscar

Corumbá, MS
20 de Junho de 2018
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
 

Governo do Estado destina R$ 800 mil para desabrigados em Aquidauana e Anastácio

Campo Grande News em 22 de Fevereiro de 2018

Saul Schramm/Campo Grande News

Governador Reinaldo Azambuja conferiu a situação de perto na manhã desta quinta-feira

O governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB), anunciou o repasse de R$ 800 mil para Aquidauana e Anastácio, municípios distantes 135 km de Campo Grande. Ambas cidades enfrentam enchente após o nível do rio Aquidauana subir quase 12 metros e deixar pelo menos 120 pessoas desabrigadas.

Na última terça-feira, Aquidauana registrou o maior volume de chuva do País. O rio transbordou e invadiu as duas cidades. Antes de anunciar a verba, o chefe do Executivo estadual sobrevoou de helicóptero as regiões mais afetadas. Afirmou que, o que mais lhe chamou a atenção, foi a rapidez com que as ruas ficaram alagadas.

Na manhã de ontem, no entanto, o nível do rio baixou pelo menos três metros e as pontes que ligam Anastácio e Aquidauana tiveram o acesso liberado. Do total anunciado, R$ 500 mil vão para Aquidauana e R$ 300 mil para Anastácio. Reinaldo reforçou que o dinheiro será repassado exclusivamente para atendimento às famílias.

O governador afirmou, ainda, que será feito um levantamento sobre os estragos na infraestrutura, no que se refere às estradas, pontes e ruas prejudicadas. Posteriormente, outro montante será repassado para o reparo dos problemas.

"O foco agora do governo do Estado é o atendimento e total apoio a estes desabrigados. No segundo momento, será feito todo o levantamento em relação à infraestrutura", afirmou.

André Bittar/Campo Grande News

Em Aquidauana, estima-se que 120 pessoas ficaram desabrigadas

Situação de emergência

Outra ação por parte do governo é o reconhecimento de situação de emergência pelo Estado, para que o mesmo aconteça a nível federal. Esta é uma maneira de conseguir verbas também do governo federal. Azambuja se reuniu com os prefeitos de Aquidauana, Anastácio, Bela Vista, Bonito, Dois Irmãos do Buriti, Jardim, Miranda, Nioaque e Porto Murtinho para discutir o repasse para estas cidades, que também sofrem com problemas causados pelo período de chuva. 

O governador deixou à disposição dos municípios afetados pelas chuvas um convênio de combustível com a Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos) para continuar ajudando na retirada da população ribeirinha e no levantamento dos estragos provocados. 

O governador ouviu a situação de cada município e orientou que os prefeitos decretem situação de emergência para que o governo homologue e encaminhe rapidamente para o governo federal. Na reunião não foram tratados valores para ajudar cada município.

O prefeito de Jardim, Guilherme Alves Monteiro, disse que a orientação do governador foi entrar em contato rapidamente com a Agesul até sexta-feira. Ele informou que em Jardim não há desabrigados, mas os moradores estão com dificuldade de acesso, com a queda de uma ponte. Porém, o problema é grave, já que se trata da ponte que faz o escoamento da produção local.

A prefeita de Miranda, Marlene Bossay, expôs a situação do município e relatou que esta é a terceira vez que os ribeirinhos precisam ser retirados do local por conta da chuva. O trabalho continuou na madrugada de quinta-feira, mas a chefe do Executivo municipal não soube informar o número exato de atendidos. Segundo ela, no ano passado 19 pessoas precisaram ser atendidas. "A reunião foi positiva e vimos que o governo do Estado está comprometido a ajudar os municípios", informou.

Um dos municípios mais afetados pelas chuvas foi Bonito, mas apesar do susto, segundo o prefeito Odilson Soares, não há desabrigados. Entretanto, ele diz que pelo menos três pontes precisarão ser recuperadas. "O estrago foi grande. Não temos nem a dimensão do quanto vai ser necessário para recuperar esses estragos", disse Soares. Ele classificou como importante a reunião o encontro com o governador do Estado e informou que deve decretar situação de emergência nesta sexta-feira.

 

Saiba mais

06/03/2018 Chuvas: 22 cidades estão em situação de emergência em MS

01/03/2018 Chuvas arrancam asfalto e causam alagamentos em 2 cidades de MS

28/02/2018 Estado declara situação de emergência em mais sete cidades de MS

26/02/2018 "Chuvarada" afeta a vida de 140 mil famílias, segundo Defesa Civil

26/02/2018 Desbravadores arrecadam mais de 1 tonelada de alimentos para desabrigados por enchentes

22/02/2018 Clube de Desbravadores faz campanha para ajudar famílias desabrigadas por enchentes

22/02/2018 Sem chuva, rio baixa 3 metros e tráfego aos poucos vai sendo liberado em pontes

22/02/2018 Governador se reúne hoje com prefeitos de cidades afetadas por chuvas e cheias

21/02/2018 Com rio acima do normal, Aquidauana deve decretar situação de emergência

21/02/2018 Clima em Miranda é de alerta para cheia do rio

21/02/2018 Reinaldo vai a Aquidauana acompanhar situação de famílias desabrigadas pela enchente

21/02/2018 Com pontes fechadas, só pedestres entram ou saem de Aquidauana

02/02/2018 Governo reconhece situação de emergência em municípios de sete estados

25/01/2018 Chuvas: já são 10 municípios em situação de emergência estadual

15/01/2018 Situação de emergência por causa da chuva é confirmada em 7 cidades de MS

14/01/2018 Defesa Civil inicia serviço de alerta de desastres naturais via SMS

13/01/2018 Rocha se desprende de encosta e ameaça cair sobre varanda de casa

10/01/2018 Prejuízos da chuva em 13 cidades de MS já passa dos R$ 13 milhões

10/01/2018 Chuva provoca novo estrago e rodovia MS-338 é completamente interditada

09/01/2018 Com chuvas, Defesa Civil amplia monitoramento em áreas de risco

09/01/2018 Deslizamento compromete estrutura de residência no bairro Cristo Redentor

Ações e Compartilhamento
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE