Menu

Fale Conosco Expediente Buscar

Corumbá, MS
14 de Agosto de 2018
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
 

Policiais da Daiji prendem homem acusado de estuprar garoto de 13 anos

Rosana Nunes em 31 de Janeiro de 2018

Divulgação

Homem de 30 anos, identificado pelas iniciais K.F.S.D., foi preso nesta quarta-feira, 31 de janeiro por policiais da Delegacia de Atendimento à Infância, Juventude e Idoso, por estupro de vulnerável. Segundo a equipe que atendeu a ocorrência, o acusado fez, na tarde de terça-feira (30), entrega de material de construção em uma residência no bairro Cristo Redentor, em  Corumbá.

Na casa estava somente um adolescente de 13 anos. O homem se aproveitou do fato de o garoto estar sozinho e o levou para dentro do imóvel e abusou sexualmente dele, praticando atos libidinosos. Os entregadores do material de construção não teriam percebido nada.

Mas o caso foi denunciado à Polícia Civil e o estupro comprovado pelo exame de corpo de delito feito pelo menino. O próprio acusado também teria confessado o crime. O homem foi localizado pelos policiais da Daiji por volta das 08h desta quarta-feira, dezessete horas após o crime sexual. O acusado foi indiciado por estupro de vulnerável e está preso à disposição da Justiça. 

Somente esta semana, a Daiji informou que foram registrados três casos de abuso sexual contra criança e adolescente em Corumbá.

Ações e Compartilhamento
Entre em contato com o autor
Comentários:

Alison marinho fatah: vocês deveriam informar o nome da pessoa pois somos pais e ficamos preocupados com essas situações e por isso deveríamos saber as pessoas de má índoles.

Redação Diário: Caro leitor...a lei impede a divulgação de nomes ou fotos em casos que envolvam menor de idade. No caso de estupro, também não há divulgação para preservar a identidade da criança ou adolescente.

enzo carmo albuquerque martinez: Concordo em preservar a identidade da vítima, mas não do estuprador, porque logo ele vai ser solto e cometer outro crime, precisamos saber quem é esse vagabundo, infelizmente o estrago que ele causou a esta criança, vai demorar a ser reparado, mas ele logo estará nas ruas.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE