Menu

Fale Conosco Expediente

Corumbá, MS
23 de Outubro de 2017
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
 

Atleta de Taekwondo conquista bronze em competições de nível nacional e internacional

Ricardo Albertoni em 04 de Outubro de 2017

Divulgação

Nathássia, penúltima da direita, conquistou o bronze no Campeonato Brasileiro Adulto, disputado em setembro

A atleta corumbaense Nathássia Amaral de Souza, de 25 anos, conquistou o bronze em duas competições, de nível nacional e internacional de Taekwondo na categoria até 73 kg. Praticante da modalidade desde os cinco anos de idade, a jovem conheceu o esporte através da mãe, ex-atleta, e desde então, coleciona pódios e medalhas na carreira.

Neste ano, a dedicação exclusiva ao esporte teve que ser colocada de lado por recomendação medica para tratamento de coluna. Mesmo assim, a corumbaense que já integrou a seleção brasileira em 2015 e 2016, conquistou importantes colocações nas únicas duas competições que participou. A conquista do bronze no Campeonato Brasileiro – competição que ela já conquistou em 2015 – aconteceu este ano no Rio de Janeiro, período de 21 a 23 de setembro valeu pontos preciosos para o ranking nacional, responsável por definir os atletas que participarão da seletiva nacional fechada em 2018, que formarão a Seleção Brasileira Adulto de Taekwondo no ano que vem. Ao Diário Corumbaense,  Nathássia fez boa avaliação de sua participação no campeonato nacional, mas lamentou que a pontuação que a colocaria em melhor posição no ranking poderia ter sido melhor.

“Sempre fiquei entre os três primeiros do ranking, só que esse ano participei apenas de duas competições e com isso, perdi algumas posições. O campeonato brasileiro, como é um evento nacional, é o que vale mais ponto no ranking nacional de Taekwondo. Perdi por bobeira, eu estava ganhando a luta e faltavam alguns segundos para terminar, fiz uma falta e acabei perdendo. A atleta que avançou terminou em 1º lugar. A nossa luta era praticamente uma final antecipada e acabei deixando escapar. Mas, lutei bem e acabei conseguindo nove pontos no ranking nacional.

Divulgação

Atleta obteve a terceira melhor colocação nas duas competições que participou este ano

Na competição internacional, que aconteceu em agosto, na Argentina, a atleta participou graças à mãe dela que fez o chamado “Livro de Ouro”. De acordo com Nathássia, muita gente contribuiu para que ela conseguisse viajar para a competição. 

Em solo argentino, a corumbaense enfrentou um fator de dificuldade extra. Pelo clima ser muito seco é necessário um período de adaptação antes das competições, o que não foi possível. Mesmo com as condições desfavoráveis, a atleta corumbaense conquistou o bronze. Além das doações feitas pela população através do “Livro de Ouro” que mobilizou mais de 100 pessoas para a competição na Argentina, para o Campeonato Brasileiro a atleta contou com o apoio da Prefeitura de Corumbá, através da Fundação de Esportes de Corumbá (Funec) que garantiu o transporte. "Agradeço às pessoas que me auxiliaram com as doações e à Prefeitura, que sempre está apoiando”, disse a atleta.

Sem ter os jogos olímpicos como foco, a meta de Natássia é ficar entre as primeiras colocadas para participar de mais competições e consequentemente, as oportunidades, quem sabe, olímpicas, surjam como consequência do trabalho.

“Não tenho mais meta para a próxima olimpíada, mas pretendo ficar entre as três melhores do Brasil e com o desenvolvimento do trabalho quem sabe ter uma chance de participar de jogos olímpicos. Pretendo ficar entre os primeiros, porque esses atletas são chamados para as competições, conseguem patrocínios para campeonatos internacionais. São essas viagens e constantes competições que fazem com que você consiga melhor lugar no ranking. Com posições melhores, você acaba conseguindo mais patrocinadores que te auxiliam nas viagens, já que o Taekwondo é um esporte que precisa de um investimento alto”, finalizou Nathássia Amaral.

Ações e Compartilhamento
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE