Menu

Fale Conosco Expediente

Corumbá, MS
24 de Agosto de 2017
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
 

Prefeito recebe honraria Rosa de Ouro e Moção da Assembleia por tombamento da Catedral

Da Redação em 27 de Março de 2017

Fotos: Clóvis Neto/PMC

Prefeito Ruiter Cunha ao receber Rosa de Ouro por tombamento da Catedral

O prefeito Ruiter Cunha de Oliveira recebeu, no domingo, 26 de março, a honraria Rosa de Ouro da paróquia da catedral Nossa Senhora da Candelária, em Corumbá. Juntamente com outros onze homenageados, o prefeito recebeu o reconhecimento por oficializar a catedral como Patrimônio Histórico e Cultural do Município.

No momento, a igreja encontra-se em reforma, com recursos do Município. “É uma alegria para a congregação ter pessoas comprometidas em evangelizar, ficamos muito felizes com os homenageados em 2017, principalmente com o prefeito Ruiter que, em um mês e meio valeu por todos os anos anteriores em que não foi feito nada pela igreja”, ressaltou o padre Fábio da Costa Vieira, pároco da Catedral, em relação à obra que concluiu a restauração do teto. “Choveu muito nos últimos dias e não tivemos nenhuma goteira”, celebrou.

A data da entrega da honraria corresponde ao quarto domingo da Quaresma, o “Domingo Laetare", que significa domingo da alegria, e é o resgate de uma tradição católica. A Rosa de Ouro é um ornamento abençoado pelo papa e concedido a pessoas que tenham demonstrado grande lealdade com a Igreja Católica. O símbolo da flor dourada representa a majestade de Cristo.

Além do prefeito, nesta terceira edição, foram homenageados o presidente do Rotary Club de Corumbá, Carlos Eduardo Slaibi Conti; o gerente de operações Centro-Oeste da Vale, Olemar Tibães; a empresária Ferial Mali da Silva; Gisele Bogado membro da paróquia; o delegado Sam Suzumura e a fisioterapeuta Izadora Paiva; o sargento da Polícia Militar Gilson de Arruda e a assistente social Lúcia Helena de Arruda; a ministra extraordinária da Sagrada Comunhão Luzia Gomes Xavier e, postumamente, seu esposo, Paulo Augusto Gomes; a empresária Márcia Júlio Barbosa; o assessor do Grupo de Coroinhas Agnus Dei, Nicollas de Arruda Costa Lopes; o padre Marcelo Tenório de Almeida; o deputado estadual Paulo Siufi Neto; o maestro Roberto Vinícius Vianna de Oliveira e os empresários Rosenilda Vilalva e Cláudio Sandes.

Deputado entregou ao prefeito Moção de Congratulação em nome da Assembleia

Moção da Assembleia Legislativa

Durante a cerimônia de entrega da Rosa de Ouro, o prefeito Ruiter Cunha de Oliveira, foi homenageado pelo reconhecimento oficial da catedral da Nossa Senhora da Candelária, como Patrimônio Histórico e Cultural do Município, e também recebeu uma Moção de Congratulação da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul. “A Catedral tem um valor inestimável para a história do antigo Mato Grosso e é nosso dever tornar este reconhecimento público com o tombamento histórico”, afirmou.

O deputado estadual Paulo Siufi, também homenageado com a Rosa de Ouro, aproveitou para entregar a Moção de Congratulação. "Esta homenagem foi aprovada com unanimidade pelos deputados, o trabalho que o Ruiter tem desempenhado é notável”, destacou Siufi.

Construída em 1885 e considerada o templo mais antigo do Mato Grosso do Sul, a Catedral vai receber investimentos do Governo do Estado, cerca de R$ 300 mil até abril, para a obra de iluminação e fiação elétrica do templo. “Estamos muito felizes com o reconhecimento público do valor histórico da Catedral”, reconheceu o cônego Fábio Vieira.

Durante sua fala, o deputado estadual anunciou ainda que, em breve a Catedral Nossa Senhora da Candelária será patrimônio histórico do Mato Grosso do Sul. “Há o compromisso do governador Reinaldo Azambuja em viabilizar o tombamento, para que aconteça rapidamente”, complementou Siufi.

Todos os homenageados com a honraria Rosa de Ouro

O empenho do gestor de Corumbá em tombar prédios históricos do Município fomentou a reativação do PAC Cidades Históricas. Estima-se que R$ 19 milhões serão destinados pelo Governo Federal à restauração de sete locais: prédio da antiga Prefeitura, Comissão Mista, ILA, Hotel Internacional, Catedral Nossa Senhora da Candelária, praça Uruguai (antigo Mercadão) e Casa do Artesão.

“O Iphan identificou pendências nos projetos e assim que forem sanados, poderemos contar com os recursos”, explicou o secretário de Infraestrutura do Município e responsável pela obra na Catedral, Ricardo Ametlla. Com informações da assessoria de comunicação da PMC. 

 

Ações e Compartilhamento
Entre em contato com o autor
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE