Menu

Fale Conosco Expediente

Corumbá, MS
28 de Junho de 2017
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
 

Rede hoteleira de Corumbá está com quase todas as reservas confirmadas para o Carnaval

Caline Galvão em 08 de Fevereiro de 2017

Faltando vinte dias para o Carnaval Cultural de Corumbá, hotéis, pousadas e hostels estão com quase todas as reservas confirmadas. Há lista de espera em alguns desses estabelecimentos e apostas em festas exclusivas, atendimento diferenciado, preços acessíveis e diversão para incentivar os visitantes a retornarem à cidade. De acordo com o Observatório do Turismo do Pantanal, cerca de 14.500 foliões passaram por cada noite de festa carnavalesca na cidade em 2016.

Anderson Gallo/Diário Corumbaense

Hotel investe em enfeites e atendimento diferenciado neste Carnaval

A Fundação de Turismo do Pantanal espera que, como todos os anos, o Carnaval atraia turistas de todos os perfis, sejam eles apenas foliões ou aqueles que pela manhã estejam interessados em conhecer melhor o Pantanal e à noite fiquem na cidade para curtir a folia momesca. “Nós já temos informações que os hotéis estão praticamente lotados, nós estamos bastante felizes por essa proporção que o Carnaval de Corumbá tem oferecido aos empresários do ramo de hotelaria, como também ao comércio que está com boas expectativas para atender esses foliões”, afirmou Marjú Venturini, diretora-presidente da Fundação de Turismo.

Ela destacou a importância do desfile das escolas de samba. “É o nosso folclore, é a nossa cultura, não podemos perder isso. Hoje, Corumbá tem o melhor Carnaval do Mato Grosso do Sul porque conseguimos manter essa nossa cultura das escolas de samba, do carnaval de rua, coisa que já foi perdida em muitas cidades”, afirmou Marjú ao Diário Corumbaense.

Ela acredita que o turista é atraído tanto pelo desfile quanto pela folia de rua, pela festa organizada pelos blocos carnavalescos e independentes. A diretora-presidente da Fundtur reforça que esse tipo de evento atrai mais o turista folião, mas há alguns que dividem o tempo para conhecer o Pantanal durante o dia e estar à noite na cidade para poder participar do Carnaval.

Hostel já está com todas as vagas preenchidas; turistas de várias partes do Brasil devem se hospedar no local

Na rua América, o hotel gerenciado por Marilange Fontes está repleto de enfeites carnavalescos. Com 70% das reservas confirmadas, o estabelecimento espera que mais interessados continuem fazendo contatos para se hospedarem neste Carnaval. “As expectativas são as mais otimistas, principalmente com a vinda dos bolivianos que estão prestigiando bastante a cidade e o comércio local”, disse a gerente. O hotel vai oferecer uma novidade este ano. “No domingo de Carnaval, vamos promover uma feijoada na nossa área de piscina e vai ser bem animado”, contou Marilange. O evento será restrito aos hóspedes.

Hotel situado na rua Antônio Maria, região central, está tão cheio para o Carnaval que já há nomes de interessados em lista de espera. “Como todos os anos, temos uma lotação de 100% no Carnaval. Já estamos com 85% das nossas reservas confirmadas e algumas que estão para confirmar ainda essa semana. Também tem lista de espera”, afirmou Sheyla Ribeiro, gerente do hotel.

Além de brasileiros, diversos bolivianos, inclusive de Santa Cruz de la Sierra, estarão hospedados no local. As expectativas são as melhores. “Apesar da crise que estamos passando, no Carnaval a gente sempre tem um movimento muito bom”, garantiu a gerente. O hotel vai fazer decoração carnavalesca e, no período das festas, vai realizar atendimento diferenciado, tudo para que o turista possa retornar a Corumbá.

Paisagem vista dos quartos do hostel é o Pantanal

No hostel de Diego Abrahão Alle, todas as vagas estão preenchidas para os dormitórios. No local, que pode alojar 24 pessoas em camas, mas conta também com espaço para camping, a procura começou no final do ano passado e desde dezembro já está lotado para o Carnaval. “Está todo reservado. Há algumas desistências, mas está muito bem procurado, tanto que quando abre uma vaga não dá três horas e já está preenchida”, afirmou o empresário a este Diário.

Para as festas carnavalescas, a maioria dos hóspedes do hostel é brasileira, mas muitos são de outros Estados. Pelo local já passaram israelitas, colombianos, australianos e a expectativa para este Carnaval é animadora. Diego aposta no atendimento personalizado e nos passeios que ele oferece aos clientes para estimular o público a voltar para o seu hostel.

Ações e Compartilhamento
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE