Menu

Fale Conosco Expediente

Corumbá, MS
27 de Julho de 2017
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
 

Governo priorizará no Minha Casa família de criança com microcefalia

G1 em 14 de Julho de 2016

O governo federal anunciou nesta quinta-feira (14) que vai priorizar a inclusão de famílias que tiverem crianças com microcefalia no programa habitacional Minha Casa, Minha Vida.

O anúncio foi feito pelo ministro das Cidades, Bruno de Araújo, durante cerimônia no Palácio do Planalto. O presidente da República em exercício Michel Temer participou do ato, limitado a alguns convidados e à imprensa.

“É com satisfação que, atendendo a uma orientação do presidente da República, neste momento em que o país, e de modo especial a região nordeste, sofre com a zika e com o surto epidemiológico de microcefalia, que o Ministério das Cidades, dentro das prioridades de atendimento de acesso a este programa [Minha Casa, Minha Vida], na faixa 1, passa a estabelecer dentro das prioridades já existentes a prioridade máxima às famílias que tenham tido filhos portadores de microcefalia”, informou o ministro.

Após o evento, os ministros Bruno de Araújo (Cidades), Ricardo Barros (Saúde) e Osmar Terra (Desenvolvimento Social) falaram rapidamente com a imprensa para esclarecer alguns pontos do anúncio desta sexta.

Barros explicou que as famílias que tiverem crianças com microcefalia serão dispensadas do sorteio para escolher quem será beneficiado com uma moradia. Ele disse ainda que, mesmo que a causa da microcefalia da criança não seja o vírus da zika, a família poderá ser priorizada.

Conforme o ministro das Cidades, Bruno Araújo, a medida anunciada no Palácio do Planalto valerá para as famílias que se enquadrem na chamada "Faixa 1" do programa, que atualmente prevê a renda familiar máxima de R$ 1,8 mil por mês.

Ações e Compartilhamento
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE