Menu

Fale Conosco Expediente

Corumbá, MS
23 de Abril de 2017
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
 

Romantismo e nostalgia marcam show de Gilliard em Corumbá

Da Redação em 14 de Maio de 2016

Clóvis Neto/PMC

Gilliard emocionou o público com seu repertório de quase 35 anos de carreira

Realizada pela Prefeitura de Corumbá, a Noite da Seresta em homenagem ao Mês das Mães, teve de sobra o sentimento que mais representa essa importante figura: o amor. Reconhecidamente em todo território nacional por ser um intérprete de canções românticas, Gilliard despertou também com o repertório repleto de sucesso de sua carreira, que completa 35 anos em dezembro deste ano, muita nostalgia.

O reencontro do artista com o público de Corumbá durou quase duas horas, em um show que trouxe ainda canções de grandes nomes da música brasileira como Gonzaguinha, Cartola, Jessé e as duplas sertanejas Chitãozinho e Xororó, Zezé di Camargo e Luciano, entre outras.

A interação de Gilliard com a plateia fez com que muitas pessoas dispensassem as cadeiras e fossem ficar pertinho do artista, junto ao palco, de onde cantaram as músicas do intérprete e compositor natural de Natal e que vendeu mais de 10 milhões de discos nesses quase 35 anos de trajetória artística.

“Fico feliz porque eu aprendi com o tempo que com a música a gente pode interagir. Ela é uma cura, uma terapia fantástica, uma forma perfeita de se comunicar. Nesses 35 anos de carreira que vou fazer em dezembro, eu pude aprender isso na minha interação com o público, então me gratifica muito. É a prova de que o amor, a mensagem que a gente traz vai estar sempre permanente”, disse Gilliard sobre o carinho do público.

Corumbá foi uma das cidades que tiveram o gostinho de conhecer antecipadamente parte do que o cantor irá registrar num DVD em comemoração a sua longa e vitoriosa carreira. Histórias de composições que marcam a vida de muitos foram reveladas como “Aquela Nuvem” que, segundo Gilliard, foi composta em 20 minutos durante a travessia da balsa que liga as cidades do Rio de Janeiro e Niterói.

Clóvis Neto/PMC

Gilliard prepara DVD para comemorar a longa e vitoriosa carreira

Ele revelou que quando, ainda tentando alçar um lugar no mercado artístico, teve uma epifania sobre o Criador, surgindo assim um dos refrões mais conhecidos da MPB: “Aquela nuvem que passa lá em cima sou eu /Aquele barco que vai mar afora sou eu /Aquela folha que vaga pelas ruas sou eu /Buscando você”.

“São coisas que eu só quis contar depois desses mais de 30 anos de carreira”, confidenciou Gilliard que dando continuidade a sua carreira de sucesso apresentou ao público corumbanese seu novo trabalho intitulado “Folha ao Vento” que traz a assinatura de César Augusto na produção.

Gilliard ainda mostrou ao público de Corumbá que o talento para música pode ser herdado e, junto ao filho, Sylvio Marinho, apresentou algumas canções, porém escolheu para encerrar seu show uma das mais lúdicas e animadas de seu reperório, a Festa dos Insetos, que traz no refrão: “Torce, retorce, procuro mas não vejo/Não sei se era pulga ou se era o percevejo”.

A Noite da Seresta ainda foi uma oportunidade para que talentos locais animassem a plateia. Wender Silva, Ramão Terra e Carlito Show abriram o palco com boleros, cumbias e chamamés que colocou todos para dançarem desde a primeira canção. Com informações da assessoria de comunicação da PMC

Ações e Compartilhamento
Entre em contato com o autor
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE