Menu

Fale Conosco Expediente Buscar

Corumbá, MS
18 de Setembro de 2018
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
 

MDB adia convenção à espera de aliados para campanha de André Puccinelli

Campo Grande News em 11 de Julho de 2018

Marina Pacheco/CG News

Convenção do MDB foi adiada e deve ocorrer em 03 de agosto

À espera de aliados e sem ter formalizado uma parceria de peso, o MDB resolveu adiar a sua convenção partidária que faria dia 21 de julho, para reta final do calendário eleitoral, provavelmente em 03 de agosto. A direção estadual quer ter mais tempo para ampliar a coligação, trazendo novos partidos em apoio ao ex-governador André Puccinelli (MDB).

O deputado Junior Mochi (MDB) explicou que se a convenção fosse realizada dia 21 (julho), o partido teria no máximo 24 horas para fechar a ata, com as coligações e chapas formadas. “Mudou a lei eleitoral, antes a ata ficava aberta para entrar novos partidos, agora é um dia depois das convenções, nós ficaríamos limitados para novas alianças”, disse.

As lideranças do MDB confirmaram ao Campo Grande News que assim amplia o prazo para as negociações com os demais partidos, já que o prazo final das convenções termina dia 05 de agosto. “Muitos partidos nos disseram para segurar um pouco, pois ainda discutiam internamente fazer parte da nossa chapa”, garantiu Mochi.

Eduardo Rocha (MDB) também destaca que se amplia o prazo de “negociações” em busca de uma chapa mais forte para o pleito. “Foi um pedido acatado pela direção do partido, que entendeu que a convenção no final do prazo aumenta nossas possibilidades, iria ocorrer muito cedo”, ponderou.

O MDB ainda busca partidos de peso para fazer parte da coligação, como as conversas com os Democratas, que também estão em diálogo com os tucanos. “Não poderíamos ter a ata fechada dia 22 (julho), com o prazo aberto até dia 05 (agosto)”, explicou Eduardo.

Os emedebistas no entanto garantem que a mudança da data não interfere nos planos políticos de lançar André Puccinelli ao governo e Waldemir Moka ao Senado. “Esta questão é resolvida e irreversível”, disse Ulisses Rocha, presidente municipal da legenda. 

Ações e Compartilhamento
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE