Menu

Fale Conosco Expediente Buscar

Corumbá, MS
21 de Julho de 2018
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
 

Convenções começam com PDT e MDB dia 21 de julho; do PSDB será no dia 04 de agosto

Campo Grande News em 06 de Julho de 2018

Campo Grande News

Pré-candidatos ao governo Reinaldo Azambuja (PSDB), André Puccinelli (MDB) e Odilon de Oliveira (PDT) definem convenções

Os pré-candidatos ao governo estadual confirmaram as datas de suas convenções partidárias, que começam a partir do dia 20 de julho e seguem até 05 de agosto. André Puccinelli (MDB) e Odilon de Oliveira (PDT) vão promover evento no mesmo dia (21). Enquanto que o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) apresentará sua coligação dia 04 de agosto. 

Os emedebistas pretendem homologar, na data, a candidatura do ex-governador André Puccinelli ao governo estadual. No evento, marcado para a Associação Nipo-Brasileira, também devem ser apresentados os partidos que, até aqui, confirmam apoio ao projeto do MDB.

As lideranças do partido alegam que já existem partidos confirmados para fazer parte da coligação, mas que no momento preferem o "sigilo" para não alertar os adversários. Também garantem que já está adiantada a definição do candidato a vice da chapa, sem revelar nomes.

Tucanos

A direção estadual do PSDB vai fechar as convenções, com evento marcado para o dia 04 de agosto, das 08h até às 11h, na sede do partido em Campo Grande. O presidente da legenda, o deputado Beto Pereira (PSDB), explicou que os tucanos vão deixar para o final do prazo para aguardar as últimas negociações com os aliados.

"Estamos costurando as últimas alianças, por isso é importante esperar até o final, e conseguir o maior número de alianças e melhor chapa possível, tanto para majoritária, como aos nossos candidatos a deputado estadual e federal". O tucano garantiu que até o dia da convenção, vários partidos serão confirmados na coligação.

Beto divulgou que está praticamente fechado com PTB, Solidariedade, PPS e PP, e ainda tem conversas em andamento com PSD e Democratas, além de outras legendas em diálogo inicial. O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) acredita que os tucanos irão formar "coligação forte" para campanha.

 

Ações e Compartilhamento
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE