Menu

Fale Conosco Expediente Buscar

Corumbá, MS
23 de Junho de 2018
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
 

Corumbaense vence Iporá no Arthur Marinho, mas acaba eliminado do Brasileiro da Série D

Ricardo Albertoni em 28 de Maio de 2018

Anderson Gallo/Diário Corumbaense

Corumbaense encerrou participação com vitória sobre o líder Iporá

O Corumbaense se despediu da Série D de 2018 com vitória. O Carijó da Avenida recebeu na tarde de domingo, 27, o até então invicto Iporá e conquistou mais três pontos na competição ao vencer a equipe goiana por 2 a 1. Michel e Agnaldo marcaram para o Galo Pantaneiro e Preto diminuiu  para o Lobo-Guará.

A vitória era fundamental para que o time de Corumbá avançasse na disputa, entretanto, era necessária uma combinação de resultados, incluindo uma vitória expressiva do Dom Bosco, equipe mais fraca do grupo, sobre o Brasiliense, o que não aconteceu. O Jacaré recebeu o Azulão de Mato Grosso e acabou vencendo pelo placar de 2 a 0, o que garantiu a classificação para a equipe de Brasília.

A situação no grupo do Corumbaense ficou da seguinte forma: Iporá em primeiro lugar com 13 pontos (classificado); Brasiliense em segundo lugar com 11 pontos (classificado); Corumbaense em terceiro com 8 pontos (desclassificado) e Dom Bosco em quarto lugar com um ponto (desclassificado).

Por ser vice-campeão do Estadual deste ano, a equipe de Corumbá já está classificada para a disputa da Série D de 2019. Além da Série D, o Corumbaense também vai disputar a Copa do Brasil do ano que vem.

Novo

Quem surpreendeu foi a equipe de Campo Grande. Fora de casa, o Novo venceu o Aparecidense por 3 a 2 e garantiu a classificação ao terminar em segundo lugar do grupo A11 que teve o Sinop como líder.

Ações e Compartilhamento
Comentários:

ADEMILSON BAPTISTA DA SILVA: É uma pena que o Corumbaense tenha acordado na ultima partida contra o Iporá, se tivesse empatado contra o Brasiliense lá em Brasília, ganho do Dom Bosco em Cuiabá-MT, fica a experiência e uma lição que as duas equipes de Brasília ( Iporá e Brasiliense ) ganharam do Corumbaense em Brasília, que aqui em nosso Estádio é o galo guerreiro quem manda, mais infelismente, não deu dessa vez, acredito que o Corumbaense precisa fortalecer mais a preparação física, pois joga apenas o primeiro tempo, salvo algumas exceções, falta um goleiro melhor, um centroavante e uma peça fundamental é o setor defensivo, principalmente na lateral esquerda, onde varias vezes o lateral esquerdo sobe nas jogadas de ataque e não volta para marcar ou não se tem a cobertura eficaz, sugiro até que o treinador Robert veja alguns videos do Corumbaense e peça novas contratações. Enquanto que o Novo Operário fez e cumpriu o dever de casa jogou com o regulamento e mesmo jogando fora de casa conseguiu uma grande vitória contra o Aparecidense, conseguindo se classificar para proxima fase.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE