Menu

Fale Conosco Expediente Buscar

Corumbá, MS
18 de Junho de 2018
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
 

Imprensa britânica repercute morte de turista em Corumbá

Ricardo Albertoni em 03 de Maio de 2018

Arquivo Pessoal

Christopher Peck estava internado no CTI da Santa Casa desde 20 de abril, dia do acidente

O jornal britânico “Daily Mail” divulgou nesta quinta-feira, 03 de maio, reportagem sobre o turista Christopher Eugene Peck, de 37 anos, que morreu na manhã de quarta-feira (02), no Centro de Tratamento Intensivo do Hospital de Corumbá, onde estava internado desde 20 de abril, depois de sofrer grave acidente no quilômetro 447, na BR-262.

Peck conduzia uma motocicleta quando foi atropelado por motorista de 32 anos que dirigia sob influência de álcool e invadiu a pista contrária. Na colisão a vítima teve amputação da perna esquerda abaixo do joelho, fratura exposta do fêmur lado esquerdo, fratura no quadril e perdeu aproximadamente oito litros de sangue.

Na publicação, o jornal relatou o drama vivido pela família da vítima que travou uma batalha contra a seguradora contratada por Peck, que se recusou a prestar o atendimento devido questões, que segundo a empresa, estavam previstas em contrato. Segundo a seguradora que foi contratada para uma viagem de aventura, Peck conduzia veículo com cilindrada acima da coberta pela empresa. A informação estaria em letras minúsculas de um contrato de várias páginas.

O jornal informou sobre a multa que o condutor do veículo que atropelou o turista recebeu e ainda mencionou sobre o processo que terá que enfrentar daqui em diante. O motorista, que foi liberado depois de prestar depoimento na Polícia Civil no mesmo dia do acidente, agora deve responder inquérito por homicídio culposo.

Em entrevista ao jornal britânico, o médico Manoel João da Costa Oliveira, criticou a postura da companhia de seguros que chegou a ligar para o Hospital de Corumbá para saber sobre Christopher. Segundo ele, a empresa continuou atrasando o processo e já não havia mais tempo para a remoção, pois o caso tinha se agravado.

Reconhecimento dos familiares

Familiares agradeceram à equipe da Santa Casa e o proprietário do Hostel Road Riders, Diego Alle, onde Christopher se hospedou. Antes de perder a consciência, Peck disse o nome de Diego aos bombeiros e foi ele quem entrou em contato com a família.

Arquivo Pessoal

Christopher tinha contratado seguradora para uma viagem de aventura

"O hospital em Corumbá e, especialmente Manoel João e sua equipe, foram muito atenciosos e fizeram tudo que podiam. Eles nos deram muito amor e esperança, fomos verdadeiramente aquecidos. Também o Diego Alle, do Road Riders Hostel, que neste tempo foi muito gentil e generoso. Com o apoio e a ajuda dessas pessoas e de suas equipes, fomos abençoados”, disse o irmão de Christopher que, segundo a publicação também perdeu um filho vítima de acidente de motocicleta. A família pretende acionar na Justiça a seguradora.

Outros importantes veículos do Reino Unido como a rede de televisão BBC, ITV e jornais como o The Sun que acompanhavam o caso, repercutiram sobre a morte do viajante em Corumbá.

Ao Diário Corumbaense, o médico Manoel João informou que o corpo deve passar por procedimentos e ser transladado nesta sexta-feira (04). A família também deve seguir viagem de volta para a Europa. O médico contou que a mãe e o irmão estiveram com ele na companhia de uma autoridade diplomática agradecendo o tratamento recebido e até prometeram uma doação ao CTI.

“Eles estão arrecadando dinheiro e queriam me enviar um valor, mas eu solicitei que ajudassem na aquisição de equipamentos para o CTI. Vamos analisar a necessidade daqui em cima do valor que eles se dispuseram a nos doar. Um equipamento que custa R$ 30 mil e que serve para fazer a diálise dos pacientes seria importante. O Christopher foi dialisado, mas a gente teve que fazer com bastante dificuldade a diálise dele, devido o estado crítico. É um aparelho que a gente faz a diálise em todo mundo no CTI duas vezes por dia, sem nenhuma dificuldade, mas vamos ver”, concluiu Manoel João.

 

Ações e Compartilhamento
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE