Menu

Fale Conosco Expediente Buscar

Corumbá, MS
23 de Junho de 2018
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
 

Contra o Dom Bosco, Corumbaense tem reencontro com a torcida

Ricardo Albertoni em 26 de Abril de 2018

Anderson Gallo/Diário Corumbaense

Para se manter vivo na disputa e aumentar as chances de classificação, time pantaneiro precisa vencer o jogo

Neste sábado, 28 de abril, o Corumbaense reencontra sua torcida após a final do Campeonato Sul-mato-grossense de Futebol 2018. Pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro da Série D, o Carijó da Avenida recebe às 18h, no Arthur Marinho, o Dom Bosco de Mato Grosso.

Para se manter vivo na disputa e aumentar as chances de classificação para a segunda fase, o time pantaneiro precisa vencer o jogo para não se distanciar dos primeiros colocados -  Iporá e Brasiliense - que se enfrentarão no domingo, no Distrito Federal.

Depois da primeira rodada, em que foi derrotado em Iporá, pelo time da casa pelo placar de 2 a 0, o Corumbaense ocupa a lanterna do grupo A10 com nenhum ponto. O Dom Bosco, adversário deste sábado também não pontuou na primeira rodada, no entanto, foi derrotado por 1 a 0 pelo Brasiliense e no critério de saldo de gols, a equipe está à frente do Corumbaense. Iporá é o primeiro colocado com 3 pontos e dois gols de saldo, seguido por Brasiliense com a mesma pontuação e 1 de saldo.

No primeiro jogo, o técnico Robert Almeida fez alguns testes no time, principalmente do meio para a frente. Segundo o treinador, o time se apresentou bem até determinado momento, porém, o pênalti marcado nos acréscimos do 1º tempo, foi determinante para o resultado final da partida. Ao Diário Corumbaense, o treinador que promoveu na sua estreia algumas mudanças, principalmente no setor ofensivo, não descartou alterações em relação ao time que saiu jogando em Iporá.

Anderson Gallo/Diário Corumbaense

Michel Paulista, de 23 anos, chegou na segunda-feira e já treina com o elenco

“Primeiro tempo foi até meio igual o jogo, tivemos bons momentos, o Iporá, lógico, por jogar em casa, por ter jogadores experientes tentou se impor e quando o jogo ia para o 0 a 0 o árbitro foi rigoroso demais e deu um pênalti que para a maioria que estava vendo não foi, mas ele marcou e realmente dificultou nossa vida. No segundo tempo fizemos as trocas, coloquei o Sandrinho e o Agnaldo que foram muito bem, pressionamos, tivemos  chances de gol e na ânsia de querer empatar sofremos o segundo gol. Vamos mudar em cima daquilo que a gente pode produzir, é claro que já vimos o time adversário, já analisamos algumas coisas, mas precisamos ajustar outras questões táticas, técnicas, melhorar na parte física para estar muito fortes no sábado”, disse o treinador que antecipou que o atleta que estiver melhor principalmente na questão de adaptação ao método que ele procura implantar no time, vai jogar. As opções para o meio são Da Matta que já está liberado pelo departamento médico, Salomão, que iniciou o último jogo, e Agnaldo.

O Corumbaense que conta hoje com boas peças para o ataque como Elivélton; Guilherme Feitoza; Jorginho; Romarinho; Neto, que além de fazer a lateral direita também é atacante; Tuia e Fagner, que voltou de lesão, agora terá à disposição mais um atacante que pode ser utilizado como jogador referência na área. O jovem Michel Paulista, de 23 anos, chegou na segunda-feira e já treina com o elenco.

O atleta que veio do futebol mineiro estava no Nacional Muriaé, que disputou a Série B do Estadual. “Jogo na frente, tanto de um lado quanto do outro e também como um 'falso 9'. Gosto de jogar ali movimentando e ajudando na marcação. Conhecia o Corumbaense, mas é a primeira vez que vou atuar no futebol sul-mato-grossense. Minha expectativa é grande, vou procurar fazer o que eu sempre fiz nos outros clubes que é gols, ser artilheiro e agora é trabalhar firme que Deus vai abençoar”, disse o novo jogador do Alvinegro Pantaneiro.

Anderson Gallo/Diário Corumbaense

Responsável pela preparação física é Jackson Lourenço, contratado no final da primeira fase do estadual deste ano

Preparação física

Para a partida contra o Iporá, a diretoria do Corumbaense decidiu seguir de ônibus até o local do confronto. Foram mais de 3.400 quilômetros entre ida e volta. A alegação foi de que a viagem pela rodovia proporcionaria maior tempo de descanso para os atletas na chegada. De qualquer maneira, o desgaste físico das longas viagens, ainda das partidas disputadas na temporada até aqui, além do clima da região, exige um bom trabalho de preparação física. O responsável é o preparador físico Jackson Gomes Lourenço, contratado no final da primeira fase do estadual deste ano.

Jackson que atuou em 2014 e 2015 no Corumbaense, disse que além do trabalho físico, procura trabalhar a parte mental dos atletas. “Na verdade a gente tem que trabalhar dentro da ciência, na fisiologia. Temos uma estrutura já montada com suplementação, uma boa hidratação de controle também porque o calor é bem desgastante, mas temos que nos preparar porque o Campeonato Brasileiro é esse, são muitas viagens. Na volta tem o desgaste mental também. A derrota sempre traz momentos negativos para a cabeça de um atleta e nós do corpo técnico temos que ter sabedoria nesse momento e transmitir isso para os jogadores que perder faz parte. O que nos facilita o campeonato nacional é que não temos uma competição no meio, temos uma semana larga de trabalho e podemos programar o melhor possível a viagem deles para que possam chegar no conforto, com boa estrutura e fazer nossa parte”, disse o preparador físico.

Retornos

Os jogadores que não viajaram para a primeira rodada, vetados pelo departamento médico do clube, estarão à disposição do técnico Robert Almeida para o jogo de sábado. São eles: Igor Pimentel, Eduardo Arroz, Da Matta e Tiziu. Jaime, que voltou de Iporá se queixando de dores no púbis deve desfalcar o time. É possível que Rodrigo Milanez assuma a vaga.

Ingressos

Os ingressos para a partida deste sábado estarão disponíveis a partir da tarde desta quinta-feira (26) na sede do clube e serão comercializados pelos valores de R$ 30 (arquibancada coberta) e R$ 15 (descoberta). Idosos (acima de 60 anos), estudantes e portadores de deficiências que apresentarem a documentação de acordo com a Lei nº 12.933 terão direito a meia-entrada.

Arbitragem

O árbitro da partida será o catarinense Evandro  Bender (CBF). Carlos Felipe Schmidt e Cair Dapper, também integrantes do quadro da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) serão os assistentes. O sul-mato-grossense Thiago de Alencar Gonzaga (CBF) será o quarto árbitro.

A Série D

O Campeonato Brasileiro da Série D é disputado por 68 clubes, divididos em 17 grupos de quatro equipes na primeira fase. Os 17 primeiros e os 15 melhores segundos colocados de cada chave avançam à segunda fase, que será disputada em jogos mata-mata de ida e volta. Caso não esteja entre os quatro melhores colocados ao fim do campeonato para avançar à Série C, por ser vice-campeão estadual em 2018, o Corumbaense já está garantido na Série D do ano que vem.

Próximos desafios (Horário de MS)

28/04 – 18h - Corumbaense x Dom Bosco (Arthur Marinho)

04/05 – 19h – Brasiliense x Corumbaense (Mané Garrinha)

13/05 – 16h - Corumbaense x Brasiliense (Arthur Marinho)

20/05 – 16h – Dom Bosco x Corumbaense (Arena Pantanal)

27/05 – 17h – Corumbaense x Iporá (Arthur Marinho)

Matéria editada para atualização de informação.

Ações e Compartilhamento
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE