Menu

Fale Conosco Expediente Buscar

Corumbá, MS
20 de Agosto de 2018
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
 

Defesa de Lula deve apresentar novo recurso ao TRF4

Agência Brasil em 26 de Março de 2018

Após a Oitava Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) ter rejeitado hoje (26) o último recurso do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na segunda instância da Justiça Federal, a defesa de Lula informou que deve apresentar um novo recurso.

“A defesa aguardará a publicação do acórdão relativo ao julgamento dos embargos de declaração para definir o recurso que será interposto para impugnar a ilegal condenação imposta ao ex-Presidente Lula pela Oitava Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região no último dia 24 de janeiro", disse Cristiano Zanin, um dos advogados de Lula.

A Oitava Turma decidiu, por 3 votos a 0, negar o embargo de declaração do ex-presidente. O julgamento foi rápido, pois não houve sustentação oral de defesa ou acusação, apenas breves votos dos desembargadores João Pedro Gebran Neto, relator da Lava Jato no TRF4, Leandro Paulsen e Victor Laus.

Com o recurso, a defesa pretendia reverter a condenação, mesmo que o embargo de declaração não preveja mudança de um julgamento, apenas esclarecimentos sobre seu resultado.

Logo após a publicação da decisão, em um prazo de até 10 dias, a rejeição do embargo deve ser comunicada ao juiz Sérgio Moro, responsável pela Lava Jato na primeira instância e que condenou Lula, em junho do ano passado, pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro, no caso do triplex em Guarujá (SP).

Em tese, a defesa de Lula ainda pode apresentar um novo embargo no TRF4, contra a rejeição do primeiro embargo, mas os desembargadores, nesses casos, costumam considerar esse tipo de recurso como protelatório.

Execução provisória

No acórdão (sentença do colegiado) em que confirmou a condenação de Lula e aumentou sua pena de 9 anos e 6 meses para 12 anos e 1mês de prisão, a Oitava Turma do TRF4 determinou também que, após o julgamento do embargo, Moro fosse notificado para que pudesse ordenar a execução provisória de pena pelo ex-presidente.

A determinação citou entendimento estabelecido em 2016 pelo Supremo Tribunal Federal (STF), que em três ocasiões naquele ano assentou que condenados em segunda instância podem começar de imediato a cumprirem suas penas.

O plenário do STF, entretanto, emitiu na semana passada um salvo-conduto que garante a liberdade de Lula ao menos até o dia 4 de abril, quando está marcado o julgamento de um habeas corpus preventivo do ex-presidente, com o qual ele pretende não ser preso enquanto recorre a instâncias superiores, como o Superior Tribunal de Justiça (STJ). 

Eleição

A confirmação final da condenação de Lula pela segunda instância da Justiça pode ainda impedir que ele se candidate à Presidência nas eleições deste ano.

Pela Lei da Ficha Limpa, sancionada pelo ex-presidente em 2010, aquele que for condenado por órgão colegiado, como é o caso do TRF4, por determinados crimes, entre eles o de lavagem de dinheiro, fica sujeito à inelegibilidade por oito anos, a contar da data da publicação do acórdão.

 

Saiba mais

03/04/2018 DF terá esquema de segurança para protestos pró e contra habeas corpus de Lula

02/04/2018 STF julga nesta semana habeas corpus preventivo de Lula

26/03/2018 TRF4 nega recurso de Lula contra a condenação em 2ª instância

23/03/2018 STF decide que Lula não pode ser preso até julgamento de habeas corpus

06/03/2018 Maioria da 5ª Turma do STJ vota contra pedido de Lula para evitar prisão

09/02/2018 Fachin envia ao plenário recurso de Lula para evitar prisão após 2ª instância

03/02/2018 Defesa de Lula recorre ao STF para evitar prisão após segunda instância

30/01/2018 Defesa de Lula recorre ao STJ para evitar prisão após segunda instância

30/01/2018 Triplex atribuído a ex-presidente vai ser leiloado, determina juiz

27/01/2018 Defesa de Lula recorre ao TRF1 para reaver passaporte do ex-presidente

26/01/2018 Advogado entrega passaporte de Lula à Polícia Federal em São Paulo

26/01/2018 Juiz do DF manda apreender passaporte do ex-presidente Lula

25/01/2018 Ministra do STF nega dois habeas corpus em favor de Lula

25/01/2018 Em discurso, Lula diz que nunca se iludiu com julgamento do TRF4

25/01/2018 Juristas veem dificuldade para candidatura de Lula e se dividem sobre sentença

20/07/2017 Defesa de Lula diz que decisão que bloqueou contas do ex-presidente é ilegal

19/07/2017 Por decisão de Moro, Banco Central bloqueia mais de R$ 600 mil de Lula

19/07/2017 Julgamento de Lula em segunda instância será menos polarizado, diz desembargador

16/07/2017 Defesa de Lula entra com embargos de declaração contra condenação de Moro

13/07/2017 "A única prova que existe nesse processo é a da minha inocência", diz Lula

12/07/2017 Condenação de Lula é tentativa de inviabilizar candidatura em 2018, diz senadora

12/07/2017 Lula é condenado na Lava Jato a 9 anos e 6 meses de prisão no caso do triplex

Ações e Compartilhamento
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE